Apenas Amigos - Christina Lauren

quarta-feira, 26 de setembro de 2018
Ano: 2018
Páginas: 368
Editora: Universo dos Livros

Sinopse: Holland Bakker foi salva de um ataque no metrô pelo musicista irlandês Calvin McLoughlin. Como agradecimento, Holland o apresenta a um grande diretor de musicais e o que era uma tentativa despretensiosa se transforma numa chance inimaginável, pois, antes mesmo de perceber, Calvin foi escalado para um grande musical da Broadway! Ou quase… Até admitir que seu visto de estudante expirou e ele está no país ilegalmente. Sem titubear, e com uma paixão crescente pelo rapaz que só ele ainda não percebeu, Holland se oferece para casar com o irlandês a fim de mantê-lo em Nova York. Conforme a relação dos dois se desenrola de “apenas amigos” a ”casal apaixonado”, Calvin se torna o queridinho da Broadway. No meio de tanto teatro e do gostar-sem-se-envolver, o que fará esse casal perceber que há muito amor verdadeiro em cena?



Ah, gente! Se tem duas autoras que eu gosto, essas são Christina Lauren <3 Quando vi que teria o lançamento de Apenas Amigos, eu corri louca para pedir pela parceria com a editora Universo dos Livros. E... É, vou explicar para vocês o que aconteceu.

» Resenha Minha Versão de Você
» Resenha Amor & Ódio Irresistíveis


Holland Bakker é uma aspirante a escritora que vive em New York. Está tendo dificuldades para escrever por um bloqueio criativo e por isso está trabalhando com seu tio, Robert, em um dos musicais que é de autoria dele na Broadway. Ela não está muito satisfeita com o rumo que sua vida levou, principalmente pelo enorme tempo que não consegue escrever palavra nenhuma.

Para dar uma pitada de alegria ao seus dias, Holland pega o metrô em uma estação que é mais longe do que a que deveria pegar e observa um artista tocar algumas músicas que sempre mexem com seu coração. Por não saber como ele se chama, acaba o apelidando de Jack em sua cabeça, e sabe os dias exatos em que vai encontrá-lo do metrô.

Quando o músico principal do espetáculo de seu tio desiste de tocar, ela encontra uma maneira de ajudar o crush e o tio: vai chamar "Jack" para fazer um teste na frente dos produtores. Assim, ela consegue mostrar o talento dele e ajudar Robert a acertar seu espetáculo. Porém, quando Calvin (nome real de "Jack") solta algumas bombas no colo de todos, parece ser impossível continuar com o plano...


Sabe aquele livro que tem absolutamente tudo para ser muito bom? É Apenas Amigos. Eu adoro a ideia de casamentos arranjados, principalmente pelo fato de toda aquela tensão sexual que fica no ambiente e que me deixa torcendo pelo casal. Porém, o que eu encontrei foi muito morno e, sendo sincera, decepcionante.

A trama é contada em primeira pessoa com o ponto de vista de Holland. Apesar de achar melhor quando o livro tem o ponto de vista dos dois protagonistas, esse deu certo com um único POV. Não tenho como negar que a escrita das autoras é muito boa. A escrita é fluida e elas conseguem me prender até quando eu não estou me apaixonando pela leitura.
"Tenho um emprego temporário e um casamento temporário.
Será que alguma coisa na minha vida vai ser permanente? Que diabos vou fazer com a minha vida? Só tenho uma chance, e neste momento só posso encontrar meu valor sendo útil para os outros. Como posso ser útil para mim?"
Eu passei por ondas de sentimentos com a Holland. Eu gostei muito dela no começo do livro. Suas neuras com a escrita, o jeito de stalkear o crush, a dúvida do que fazer da vida depois de formada... Tudo isso me aproximou muito dela, já que o maior problema da minha vida hoje é a questão de estar formada e não saber o que fazer hahaha Depois disso, eu achei que ela ficou um pouquinho chata e me deu uma desanimada. Porém, mais para o final do livro, voltei a gostar dela de novo.

Achei bem legal o fato das autoras mostrarem a evolução da personagem. Ainda que eu não tenha gostado dela 100% das vezes, dá pra perceber que suas dúvidas foram sendo sanadas e que ela conseguiu se encontrar. Sendo altruísta do jeito que é, conseguiu ajudar todos ao seu redor e com isso se ajudar também. Foi uma descoberta para ela.
"É uma carta de amor - não dá para negar - mas a coisa mais estranha é que tenho certeza de que essa carta de amor é para mim mesma."

Calvin me conquistou. Ele é aquele cara simples, família, gente boa e que você gostaria de ter ao seu lado. Apesar de ter pisado na bola e ter dado uma explicação muito besta (pelo menos pra mim), ainda assim gostei muito do personagem.

Os personagens secundários fazem toda a diferença no livro e mesmo com o foco voltado no casal, a relação entre todos eles me encantou. Principalmente com o tio Jeff e o marido Robert. A forma como eles a apoiam e cuidam dela é linda e me deixou com vontade de conhecê-los. Já Lulu, a amiga de Holland, me irritou tanto que eu não aguentava nem ler o nome dela nas páginas. Ô inveja feia!

Acho que minha nota foi baixa, porque eu esperava mais. Mais calor, mais tensão, mais acontecimentos, mais tudo. Estou acostumada a ler os livros das autoras e acabar com um sorriso no rosto e com o coração quentinho. Nesse eu não senti nada além de "ah ta, ok, próximo!". Quero deixar claro que é uma leitura boa e que serve para distrair, ela só não me marcou. Ele está longe de ser o melhor no meu ranking, mas pode ser sensacional para você. Então não desista aqui e tire suas próprias conclusões.



A diagramação do livro está muito boa. Fonte legal, páginas amareladas e detalhes no início dos capítulos. Eu gosto muito da capa dele, principalmente pelas cores <3

Apenas Amigos é um livro que flui muito bem e que distrai. É um clichê cheio de aprendizados para a protagonista e que mostra um momento da vida que pode ser o mesmo que o seu. Apesar de ter achado um tanto morno, pode ser uma leitura bacana para passar o tempo.


Compre na Amazon




Mari Zavisch
24 anos. Jornalista, amante de livros e fotografia. Harlan Coben é meu amorzinho literário e me apaixono por qualquer personagem de livros ♥
22 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

22 comentários:

  1. Oi Mari. Eu adicionei esse livro na minha lista quando foi lançado apesar de não ter dito uma boa experiência com outro livros das autoras, acreditei em dar uma segunda chance, mas foram algumas resenhas que apontaram esses pontos negativos que me desmotivaram total para ler o livro. Eu acho que em alguns momentos é super válido uma leitura assim, leve e despretensiosa, sem muito apego, mas eu estou buscando outro tipo de leitura no momento, por isso permanecerá fora da lista de desejados. Parabéns pela resenha.
    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Mari
    Eu já gostei mais das obras das autoras, mas hoje em dia eu não me animo a ler seus livros mais não, acho que meio que cansei da narrativa delas, até tentei ler aquele de capa branca mas também não curti e muito e parei, infelizmente.
    Beijo
    http://www.suddenlythings.com

    ResponderExcluir
  3. Oi tudo bem.
    Olha não conhecia o livro nem a autora. Achei sensacional a resenha.
    Beijinhos

    www.glamour2.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mari!
    Que pena que o livro foi morno pra você. Na época que li eu dei um notão por ter me identificado muito com a Holland: tinha acabado de me formar e não sabia o que fazer da vida hahaahha
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio de aniversário Balaio de Babados e O que tem na nossa estante. São quatro kits; um para cada ganhador

    ResponderExcluir
  5. Oi Mari, tudo bem? Eu tive a mesma impressão que você, tinha tudo pra ser bom, mas foi morno demais. Tinha momentos que nada acontecia, uma pena mesmo! Mas ainda vou tentar mais um livro das autoras.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Oi Mari, tudo bem?
    Deu pra sentir que o livro não é ruim, mas também não é inesquecível.
    É aquela coisa meio morna, que dificilmente faz o leitor reler, né?
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  7. Amei sua resenha, ainda não conhecia o livro, mas gostei da proposta. Mesmo sendo clichê e não sendo marcante, deve ser uma leitura leve e gostosa para passar o tempo!

    www.kailagarcia.com
    www.nossomosmoda.com

    ResponderExcluir
  8. gostei bastante de conhecer esse livro, as vezes gosto de ler esse tipo de romance cliche, se passando em NY é um plus

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  9. Olá, Mari.
    Eu li duas autoras e precisei ir pesquisar. Não sabia que era duas hehe. Já li resenhas bem positivas dos livros delas. Mas o gênero é um que não gosto muito e só leio mesmo muito de vez em quando para passar raiva hehe. E se você que gosta achou morno, eu então nem vou me arriscar hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Não sei se leria esse livro no momento, não me deixou tão curiosa.
    Ainda mais com suas ressalvas. Mas, como romance, capaz não resistir qualquer dia.
    A capa é bem bonita. Eu amo azul.

    até mais,
    Nana e Leticia - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  11. Uau, com os seus elogios com a história, fiquei com curiosidade de conhecer o livro. A capa acho muito bonita..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  12. Acho que se tornou uma leitura ruim por que vc esperou muito dela, talvez se vc tivesse lido sem muita expectativa, a experiência poderia ter sido melhor.
    Eu não conhecia o título e nem as autoras, mas a sinopse não me chamou muita atenção.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  13. Oi, Mari

    Confesso que tenho uma certa implicância com as autoras, e olha que nunca li nada delas. Uma pena que esta história não tenha lhe proporcionado os mesmos sentimentos que as leituras anteriores, mas acontece. Agora é torcer pro próximo ser melhorzinho do que esse.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  14. Oi, Mari!

    Também achei esse livro bem morno. De fato a história tinha tudo pra ser maravilhosa e envolvente, mas os desentendimentos entre o casal foi cansativo, e eram todos problemas que poderiam ter sido resolvidos sem problemas se eles só conversassem e não omitissem os detalhes. O caminho pra onde as autoras levaram a história realmente não foi legal.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Nossa, já fiquei ansiosa só de ler a resenha, parece uma incrível história
    Obrigada a recomendação
    Beijos
    www.opsquerida.com.br/
    www.instagram.com/siteopsquerida

    ResponderExcluir
  16. Oi Mari,
    Eu não li nada da autora, mas tinha ouvido elogios sobre essa obra.
    Acho que daria uma chance para conhecer a obra sim, mesmo morno, o clichê aquece meu coração, rs.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Oi Mari,

    Nunca li nada da autora. Confesso que a premissa dos livros dela nunca me chamam atenção.
    Uma pena a história não ter sido mais impactante.
    Qualquer hora eu pego algo dela para ver se gosto.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  18. oi
    ainda não li nada das autoras, pena que esse livro acabou te decepcionando e não foi tudo aqui que esperava, ruim quando isso acontece com livros de autores que gostamos, pelo menos as escrita foi boa.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Oiii Mari

    eu também curto essa premissa de casamentos arranjados, dá pra tirar muita trama e trazer muita surpresa à partir dai. Uma pena que foi uma decepção, pelo visto as autoras desaproveitaram o potencial da trama que poderia ter sido bem legal. Adoro mesmo é a capa desse livro, esse azul é lindo demais. Não sei se leria, ando tão desanimada pra histórias que ja sei que serão morninhas mas quem sabe um dia.

    Beijo

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  20. Oie
    Adoro os livros das autoras e estou bem curiosa por este. Pelos teus comentários parece ser um livro muito bom e é o tipo de enredo que eu gosto. Suas fotos ficaram lindas.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir

 
© Galáxia dos desejos, VERSION: 02 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo