Eve & Adam - Michael Grant e Katherine Applegate

sexta-feira, 6 de julho de 2018
Ano: 2014
Páginas: 272
Editora: Novo Conceito

Sinopse: Filha única da poderosa e fria geneticista Terra Spiker, Eve fica entre a vida e a morte depois de sofrer um acidente de carro. O processo de cura no misterioso laboratório Spiker transcorre com uma rapidez impressionante, o que desperta a curiosidade da menina.Antes que Eve estreite os laços com Solo, um rapaz que compartilha segredos com a corporação, a Dra. Spiker lhe propõe um desafio: Eve terá a chance de testar, em primeira mão, um software desenvolvido para manipular gens humanos. Ela poderá criar um namorado sob medida!
Mas b
rincar de Deus tem consequências, e agora Eve vai descobrir até que ponto existe perfeição.

Fazia um bom tempo que esse livro estava no meu e-reader e eu sempre acabava deixando para depois. E então acabei ganhando numa super promoção e encarei a leitura de uma vez.

Fiquei bem curiosa com a premissa dele e a frase destacada na capa me fez imaginar mil coisas que eu encontraria em suas páginas... Uma pena que elevei minhas expectativas e não consegui atingi-las. 


O livro se inicia com o acidente de Evening. Enquanto estava andando pelas ruas da cidade, Eve sofre um atropelamento e fica em uma situação complicada. Enquanto vê o mundo ao seu redor ficar preto, pode escutar o barulho do resgate vindo ao seu encontro. A quantidade de machucados em seu corpo e a forma como sua perna ficou após o acidente, tornam nulas as chances de que ela se recupere totalmente.
"De repente, penso que meu trabalho de biologia vai deixar de ser importante se eu morrer.
Acredito que a morte esteja na lista de desculpas aceitáveis para não fazer a lição de casa."
Nos momentos de lucidez, vê sua mãe brigando com os médicos, querendo de qualquer jeito levar sua filha para o hospital de sua empresa. Depois de muito tentar, os médicos acabam abrindo mão desse trabalho e a deixam ser levada com sua mãe. Terra Spiker, sua mãe, é dona de uma importante empresa biofarmacêutica, por isso, vai disponibilizar tudo o que for necessário para sua filhar se curar. 

Porém, quando Eve acorda, sente algumas dores, mas nada que indique um acidente tão feio como o que sofreu. Sua perna ainda está enfaixada e em um estado complicado, mas está muito melhor do que pensou que estaria. Para não pensar muito no acidente e em quando está perdendo da escola, sua mãe mostra um novo projeto e que vai ajudar Eve a se distrair: ela pode criar um ser humano do zero, mexendo na genética e o transformando na pessoa perfeita.

Curiosa e apaixonada pela área, Eve aceita a distração e cai de cabeça nesse projeto tão legal. Ao mesmo tempo que cri
a a pessoa perfeita, conhece Solo. Um rapaz que trabalha ali e vai mudar sua vida e a visão de todo o trabalho de sua mãe. O que deveria ser apenas um projeto para a garota, acaba trazendo segredos e revelações a tona. 
"Quando nenhum namorado é perfeito, construa o seu."



O livro é bem rápido. Os autores não tentaram encher linguiça ou ficar enrolando para que o livro fosse maior. Eles foram simples e objetivos em sua trama. A premissa dele me deixou curiosa e eu pensei que seria bem diferente. Eu esperei muito mais do que os autores me entregaram.

É um Young Adult com uma trama diferente das que eu estou acostumada a encontrar, mas que pecou no abuso da simplicidade. Na minha opinião, ficou faltando aprofundamento em todas as questões apresentadas no livro. Também fiquei bem surpresa quando descobri que Adam só aparecia na metade do livro. O título me fez pensar que eles seriam um casal, mas me enganei totalmente.

Apesar disso, é clara a crítica que os autores quiseram fazer nesse livro: perfeição é tudo o que buscamos mesmo? E até se vale a pena se colocar no lugar dessa pessoa que vai nos transformar em seres humanos perfeitos. Por isso, eu tinha colocado muita expectativa nele. Achei que esse assunto seria bem aprofundado e trabalhado ao longo das páginas.


Li o livro bem rápido, mas não por ter me envolvido e me atiçar a curiosidade, mas porque ele é bem simples. Apesar da tentativa dos autores de colocar um personagem a mais e tentar atrapalhar as descobertas de Eve e Solo, do mesmo jeito que os problemas vinham, eles iam embora. Tudo foi muito fácil e sem surpresas.

Os personagens são legais. Cada um deles com suas características bem pontuadas, mas que também foram apresentados o suficiente para entrarem na trama. Nada aprofundado ou que me fizesse sentir por Eve ou me apaixonar por Solo.

Da metade do livro até o final, fiquei sem entender alguns pontos que foram colocados ali. Um triângulo amoroso foi criado onde não tinha lugar para um e eu fiquei bem perdida com esse acontecimento. O final também veio sem surpresas e foi rápido demais.

Apesar de todos os pesares, preciso que entendam que não é uma péssima leitura. Eu não pensei nenhuma vez em desistir de ler e até me diverti com alguns personagens. Ele entrega exatamente o que a sinopse mostra. É só não esperar nada além disso que fica tudo certo. Ele é uma leitura bem leve e descontraída, serve para momentos de ressaca ou para quando queremos ler algo que não precise pensar muito.


A diagramação do livro é boa e eu me apaixonei totalmente por essa capa. Acho que foi um dos principais motivos pra eu ter vontade de ler. As páginas são amareladas, a fonte tem um tamanho bom e tem todos os pontos bons para uma boa leitura.

Eve & Adam é um Young Adult que entrega exatamente o que a sinopse apresenta: uma trama diferente e interessante, porém pouco aprofundada ou trabalhada. É uma leitura bem rápida e leve, porém não foi uma leitura boa o suficiente para deixar lembranças.

Como vocês podem perceber, estou tendo dificuldades com Young Adult. Ou eu estou esperando demais ou eles estão entregando de menos. Quem tiver alguma dica para me tirar dessa maldição, deixem nos comentários por favor! Beijinhos.

Compre na Amazon


Mari Zavisch
24 anos. Jornalista, amante de livros e fotografia. Harlan Coben é meu amorzinho literário e me apaixono por qualquer personagem de livros ♥
23 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

23 comentários:

  1. Estava bem curioso com esse livro, tenho-o em ebook há algum tempo e que pena que ele falhou as suas expectativas, alguns desses pontos negativos que referiu são coisas que me irritam muito numa leitura... acho que vou passar esse livro.

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  2. Oi mari, tudo bem? Eu nunca tive muita vontade de ler esse livro, confesso. Gostei da premissa, mas pelo o que vc conta eu acho que vou passar rsrrsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Oi, Mari
    Eu nunca tive interesse nesse liro, eu até já vi ele por aí mas pensei que fosse algo com relação de Adão e Eva e por isso eu não queria ler algo a ver com a Bíblia. Mas é totalmente diferente do que pensei. É uma pena que a falta de aprofundamento e desenvolvimento tenha pecado demais, ás vezes a ideia da obra é boa mas os autores não querem abordar muito ela e isso causa desapontamento nos leitores.
    A capa é linda, ao menos isso.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com

    ResponderExcluir
  4. Sim, eu tbm me apaixonei de primeira por essa capa. Eu gostei da premissa do livro e da sua simplicidade, creio que seja mesmo uma boa leitura para momentos de ressaca ou depois de ler algo muito pesado. Vou colocar esse livro na minha lista para futuras leituras.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta

    ResponderExcluir
  5. Oi
    eu já li algumas resenhas positivas, bom pelo menos curtiu, sofri isso esses dias estava com altas expectativas de um livro e decepcionei-me um pouco.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, Mari.
    Eu comprei esse livor em uma promoção em uma feira de livros aqui na minha cidade. Mas como você ele não tingiu minhas expectativas. Achei a ideia da história muito boa, mas faltou bastante no desenvolvimento.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Oi Mari,
    Esse livro nunca me chamou muito a atenção, pois já ouvi críticas bem negativas a ele.
    Mas agora, lendo sua opinião, nem parece tão ruim, rs. Só deve faltar mais aprofundamento.
    Beijos
    https://estante-da-ale.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oie
    Lembro de ter lido várias resenhas deste livro logo que ele foi lançado, mas ele nunca me chamou atenção, ainda sim a trama é interessante, mas não é um livro que sinto vontade de ler.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Já tinha ouvido falar desse livro, mas não sabia que ele era assim! Achei a premissa diferente, acho que leria pra ver se gosto mesmo já que ando curtindo super uns YA haha

    Beijos
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  10. Oi Mari,
    Esse livro está há um milhão de anos no meu Kindle e sempre deixo ele de lado.
    Uma pena não ser bem trabalhado, mas ainda tenho vontade de conferir a história.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  11. Oi, Mari!
    Eu nunca me interessei taaanto pra ler esse livro. Apesar dos pesares, pelo menos não foi uma leitura ruim pra você.
    E eu entendo esse seu problema com os YA... nunca mais li um, até recente começar Todo Dia, e eu também estou meio decepcionada.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  12. uma pena que o livro nao acalçou suas expectativas, tbm acontece mt comigo quando leio YA

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  13. Ainda não conhecia esse livro, parece ser bem interessante!

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Sem palavras para descrever o quanto fiquei curiosa para ler esse livro. Ainda não tinha visto nada sobre ele!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  15. Oii Mari.
    Eu gostei da premissa mas fico encabulada que a história não tenha conseguido fechar dignamente os pontos apresentados.
    Mas se serve de dica, leia os livros do Michael Grant da série Gone.
    Sou apaixonada por eles.
    Beijos.

    Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  16. Oi Mari!

    Realmente a sinopse aponta para uma trama bem interessante e original, mas saber que os autores não aprofundaram elementos essenciais para uma leitura mais completa é um balde de água fria. Por mais que tente, não consigo não criar expectativas em relação aos livros e acabo me frustrando muitas vezes, por isso entendo como te sente em relação ao livro.
    Achei bacana a ideia da história, mas não me animei muito a ler.

    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Oiiiie, flor!!
    Sou doidinha pra ler esse livro.
    Eu AMEI suas considerações.
    Também não gosto de quanto o livro abusa demais da simplicidade, mas ainda assim quero dar uma chance pra ele só pela premissa ;)

    Beijinhos ;*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
  18. Que bom que os autores não encheram linguiça, mas ainda, mesmo assim, o livro não chamou a minha atenção.

    Tenha uma ótima noite!

    Abraços,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oiii Mari

    Eu gostei de saber que não tem encheção de linguiça e páginas cheias de mais do mesmo, eu prefiro assim, linguagem rápida e direta, cansa menos: pena que ficou simplista demais, quer dizer os autores exageraram até, mas mesmo assim acho a premissa bem legal e parece ser um livro bom pra desconectar um pouco, eu leria.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  20. Oi, Mari!

    Ah, até que eu gostei bastante desse livro. Concordo sobre tudo ter parecido muito fácil de resolver, mas num geral a ideia toda da história me agradou bastante.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Oi, Mari! Tudo bom?
    Eu gosto quando a narrativa é simples, pero no mucho. Corre o risco de cair nessa problemática que tu apontou; falta de aprofundamento me desespera. Prefiro uns calhamaços iguais os da Victoria Aveyard do que passar raiva sentindo falta de descrições e desenvolvimentos.
    Eu nunca tinha parado pra ler a respeito desse livro, mas acho que vou deixar passar dessa vez :P

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  22. Oi, Mari

    Poxa, que pena que o livro pecou na falta de aprofundamento. Se por um lado ser objetivo é bom, por outro ser objetivo demais não é tão bom assim.
    Estranho mesmo o carinha aparecer só na matade do livro.
    Eu também não tenho me dado bem com YA... mas indico os da E. Lockhart se você aind não tiver lido!

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  23. Que pena que o enredo entregou menos do que deveria.. é triste quando temos uma história que tem tudo para ser maravilhosa e os autores não conseguem construir a altura...

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir

 
© Galáxia dos desejos, VERSION: 02 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo