Casada até Quarta - Catherine Bybee (Noivas da Semana #1)

segunda-feira, 7 de maio de 2018
Ano: 2017
Páginas: 196
Editora: Verus

Sinopse: O contrato de casamento deles previa tudo.. menos se apaixonar.O primeiro livro da série Noivas da Semana.
Blake Harrison: rico, nobre, charmoso... e precisando de uma esposa até quarta-feira. Para isso, Blake recorre a Sam Elliot, que não é o homem de negócios que ele esperava. Em vez disso, ele encontra Samantha Elliot, linda e exuberante, com a voz mais sexy que ele já ouviu.
Samantha Elliot: dona da agência de casamentos Alliance, ela não está no menu de pretendentes... até Blake lhe oferecer milhões de dólares por um contrato de um ano. Não há nada de indecente na proposta dele, e além disso o dinheiro vai ser muito útil para quitar as contas médicas da família dela. Samantha só precisa disfarçar a atração que sente por seu novo marido e evitar a todo custo a cama dele.
Mas os beijos ardentes de Blake e seu charme inegável se provam muito difíceis de resistir. Era um contrato de casamento que previa tudo... menos se apaixonar. Agora só resta a Samantha proteger seu coração até que o contrato chegue ao fim.

Faz um tempo que eu vejo várias resenhas dessa série e uma mais positiva que a outra. Mesmo com algumas ressalvas em alguns livros, a maioria estava gostando deles, então acabei ficando curiosa e achei que poderia me aventurar em Noivas da Semana. Por isso, não perdi a oportunidade que tive e comprei o primeiro volume.

Sam Elliot é uma mulher independente e forte. Depois que sua família rica entrou em um escândalo e foi desfeita, ela precisou pegar a coragem e se virar sozinha para cuidar de si mesma e de sua irmã, que se encontrava internada em uma clínica especializada em acidentes vasculares cerebrais, depois de tentar o suicídio.


Seu pai estava preso e sua mãe havia se matado, ou seja, ela precisava ter força o bastante para superar tudo isso e se reerguer. Por isso, criou a Alliance, uma agência de casamentos que ela comandava junto com sua melhor amiga. Muito trabalhadora e inteligente, Sam faz de tudo para manter suas contas em dia e pagar a clínica de sua irmã com o dinheiro da agência. O que parece cada vez mais difícil.

Porém, seu mundo vira de ponta cabeça quando ela se encontra com seu próximo cliente: Blake Harrison, um homem nobre, rico, inteligente e muito charmoso. Ele é um duque que está à procura de uma esposa, pois é a única forma de herdar o título e todas as posses que seu pai deixou para ele. Por mais egoísta que isso pareça, ele nunca foi um homem que obedeceu o pai e foi capaz de ganhar o seu dinheiro sozinho, com sua própria empresa. Porém, seu pai foi muito esperto e deu um jeito de fazer um testamento com cláusulas que deixaram Blake com as mãos atadas. Agora, precisando obedecer ao último desejo de seu pai, ele precisa se casar em menos de um mês para garantir o bem estar de sua mãe e irmã.

A ideia parece simples: Sam iria encontrar uma mulher cadastrada em sua agência que fosse o mais compatível possível com ele e os dois se casariam. Pronto, trabalho finalizado! Mas quando ele coloca os olhos nela, percebe a tensão entre eles e que o serviço pode ser muito mais fácil... Ele propõe que o contrato continue de pé. Ele vai pagar pela esposa de mentirinha, um valor até mais alto do que o normal, só que essa mulher precisa ser Sam. 
"- Estou oferecendo um contrato de casamento para você.
O coração de Samantha bateu audivelmente.
- Eu não estou no meu, sr. Harrison."
Pensando em sua irmã e nas dívidas que ela está se enterrando, decide aceitar. Afinal, são 10 milhões de dólares e eles só precisam ficar casados por um ano. Moleza, não é mesmo? Porém, enfrentar os advogados da família e todos os olhares em cima deles não vai ser fácil...
"- Pronta para se casar?
Ela virou a mão para cima e entrelaçou seus dedos nos dele.
- Que seja. Eu não tinha nada melhor planejado para hoje."

Esse livro tem uma premissa legal e tinha todos os clichês necessários para me fazer amar. Sem falar que a leitura é bem rápida, quando percebi o livro já estava no final. Tudo isso, teria transformado o livro em um dos meus preferidos, se não fosse pela pressa.

Bom, o livro tem quase 200 páginas, o que é sempre um problema pra mim. Afinal, para que a trama não seja corrida e com vários "momentos instantâneos", ela precisa ser muito bem escrita ou com um pouco mais de páginas. E não foi o caso nesse livro.

Eu achei que todos os momentos foram rápidos demais e meio forçado. De uma hora para a outra eles se entendiam, se amavam, se adoravam, todas as decisões difíceis de uma vida eram resolvidas rapidamente e sem nem pensar muito nas consequências... Não gostei disso.

Além de que isso não me deixou ser envolvida pela trama ou pelos personagens. Eu li sem sentir nenhuma emoção e sem me conectar com Sam ou Blake. Eu até gostei deles, mas não tive tempo para sentir algo mais por qualquer um dos dois ou mesmo pelos "vilões". Foi uma leitura ok, mas não passou disso.


A diagramação segue o padrão da editora, com a mesma fonte, tamanho e espaçamento que já estamos acostumados. O que é um bom ponto, já que ajuda na leitura. Principalmente pelas páginas amareladas que tanto amamos. Sem falar que a capa é uma gracinha, né? Foi um dos motivos de eu ter tentando essa leitura haha

Casada até Quarta é um romance simples e rápido, quando percebi já estava na última página. Além de ter uma premissa boa e que me deixou animada para começar. Porém, a rapidez é tanta que não consegui aproveitar a leitura e nem me conectar com os personagens. Uma pena, pois estava bem animada pelo começo da série.

Eu ainda não sei se vou continuar com a série, mas quem sabe, né? Vejo tantos comentários bons que acho que, mais cedo ou mais tarde, vou acabar me rendendo hahaha Espero que tenham gostado e me contem a experiência de vocês com esse livro! Beijinhos.

Compre na Amazon




Mari Zavisch
24 anos. Jornalista, amante de livros e fotografia. Harlan Coben é meu amorzinho literário e me apaixono por qualquer personagem de livros ♥
10 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

10 comentários:

  1. Oi, Mari
    Eu gostei muito da série, espero que você ainda dê chance para os demais livros.
    Eu não curti tanto esse volume, pra mim é o mais simples, tanto que é o menor, mas acho que irá gostar mais dos outros volumes.

    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Mari!
    Mulher, desiste não, PELAMOR!! Apesar de ser um dos meus favoritos da série (não me pergunte porquê; eu ainda não entendi), ele realmente é bem apressado. Mas a partir do segundo, o babado fica melhor porque a autora sempre - repito SEMPRE - arranja um jeito de meter um suspense policial e combinar com o romance.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  3. Puxa Mari, que pena que vc não gostou! Eu adorei, embora não seja meu preferido, gostei mais do segundo e amo o terceiro. Espero que se vc ler, goste dos próximos!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Que triste que você não gostou, Mari. Já ouvi alguns comentários positivos sobre esse livro. ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  5. 200 páginas realmente é muito pouco para desenvolver uma trama desse tamanho. Se bem que a premissa me parece muito de fanfics (nada contra fanfics, eu adoro) e novelas mexicana, eu não aceito muito bem em livro impresso. Entende? (Isso é preconceito?)

    Nanda, Gravado na Memória

    ResponderExcluir
  6. Oi, Mari! Tudo bom?
    Eu tô com essa série aqui porque vi que os livros vão melhorando com o passar dos volumes, e também li muita resenha com surto entusiasmado então me entusiasmei pela leitura também UHASUHASUHASUHUHASUHASUHAS Trama rápida não costuma ser um problema pra mim, contanto que seja coerente.
    Às vezes acontece de o primeiro livro ser o mais fraquinho da série e depois as coisas melhoram muito (oi Red Queen), vai que é o caso!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá...
    Eu li esse livro e achei bem levinho. Apesar de não curtir romances hot foi uma leitura bem agradável até.
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Mari,

    Eu também li tão bem sobre os livros dessa série que fiquei curiosa para ler.
    Adoro romances leves, fáceis de ler, são uma boa pedida para ler entre livros mais densos, mas confesso que não gosto muito de histórias apressadas, não me envolvem e acabo não criando afeição pelos personagens.
    Apesar disso, vou dar uma chance para o primeiro livro e ver como me sinto.

    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oie
    Esta série não me chama atenção, além do enredo não me agradar, estes títulos me deixam com um pé atrás. Que pena que não foi o que você esperava.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oiii Mari

    Esse é o meu problema com histórias curtas, a trama parece que fica resumida demais e algumas atitudes e sentimentos dos personagens acabam sendo forçados ou surrealistas. Apesar de tudo o livro parece ser bem levinho, gostoso de ler quando a gente busca uma história despretensiosa, que so nos faça relaxar e desconectar. Enfim, acho que leria apesar das ressalvas.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir

 
© Galáxia dos desejos, VERSION: 02 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo