Cinder & Ella - Kelly Oram

sexta-feira, 11 de agosto de 2017
Ano: 2016
Páginas: 304
Editora: Pandorga

Sinopse: Faz quase um ano que Ella Rodriguez, 18, esteve em um acidente de carro que a deixou aleijada, com cicatrizes e sem a mãe. Após uma recuperação difícil, ela foi obrigada a atravessar o país para viver com o pai que a abandonou quando era uma criança. Se ela quiser escapar de seu pai e de sua horrível família adotiva, ela precisa convencer os doutores de que é capaz, física e emocionalmente, de viver sozinha. O problema é que ela ainda não está pronta. O único modo de se curar é se reconectar com a única pessoa no mundo que ainda significa algo para ela: seu melhor amigo anônimo, Cinder. Brian Oliver é a sensação de Hollywood e tem a fama de sempre causar problemas. Existem muitos rumores sobre sua participação no filme O príncipe druída, mas seus assessores dizem que o único modo de passar de adolescente sedutor para ator da lista A é mostrar que seus dias de selvageria ficaram para trás e que agora ele amadureceu. Para aplacar os comentários sobre a reputação de bad-boy, seu assessor arranja um casamento falso com a coadjuvante Kaylee. Brian não está animado com a noiva falsa ou o casamento, mas ele fará qualquer coisa para conseguir sua nomeação ao oscar. Até que o e-mail de uma antiga amiga da internet muda tudo.

Eu estava atrás desse livro, fazia muito tempo. Eu não sei bem o motivo, mesmo porque eu não gosto das histórias de princesas... Mas confesso que adoro um remake adolescente hahaha Acho que encontrei um motivo haha Enfim, minha tia acabou comprando e eu fui pegar emprestado mais que depressa.

É uma trama clichê, porque é um remake de uma história que tem milhares de remakes, mas me surpreendeu bastante. Eu adorei a forma como a autora tratou os problemas da nossa “cinderela” e em como inovou na forma de montar esse novo remake. Agora eu vou parar de enrolar e vou explicar um pouco mais da trama pra vocês :)

Ellamara é uma garota de 17 anos que tem um blog! Pois é, uma companheira dessa blogosfera haha Ela faz resenhas de filmes, livros, séries e posta sobre novidades de cada um desses nichos. Ela já mantém esse hobbie há muito tempo e junto com ele, ela nutre uma amizade com Cinder. Um seguidor fiel e que adora rebater as críticas que ela faz, principalmente quando o assunto é o livro O Príncipe Druida, onde os personagens principais se chamam Ella e Cinder. Daí o codinome dele. Com o passar do tempo e das conversas, eles viram muito amigos e se falam o tempo inteiro. Porém, no dia em que Ella completa 18 anos, as coisas mudam para os dois.


Ella e sua mãe sofrem um acidente de carro muito feio. Sua mãe morre e ela fica com queimaduras horríveis em grande parte de seu corpo. Com isso, sua coordenação motora fica ruim, fora sua pele que nunca mais será a mesma. A única parte de seu corpo que saiu intacta foi seu rosto. Depois de nove meses se recuperando do acidente, Ella vai morar com seu pai.

Os dois não tem uma relação muito boa, porque ele abandonou Ella e sua mãe. Agora ele tem outra família com a qual ela vai precisar aprender a conviver e aceitar. O problema é que suas meias-irmãs a tratam muito mal por todas as suas dificuldades para andar e de todas as cicatrizes. Tanto em casa quanto na escola, ela sofre bulliyng e começa a se isolar cada vez mais. Até que ela resolve procurar por Cinder.


Do outro lado dessa amizade está Brian Oliver. Um astro de Hollywood que irá interpretar Cinder na adaptação para o cinema. Pois é, o leitor voraz de Ella é famoso e muito desejado entre as adolescentes e ela não faz ideia disso. Depois de muitos meses sem receber uma resposta de Ella, Brian perde as esperanças de ter sua amiga de volta e acredita que o pior aconteceu. Afinal, ela parou de responder suas mensagens, seus e-mails e nem publica nada no blog. Alguma coisa deve ter dado muito errado, ela pode até ter morrido. Até que ela reaparece e tenta contato com ele mais uma vez.

Os dois vão precisar conviver com esse relacionamento à distância, que pede cada vez mais para virar uma paixão, e vão fazer tudo que for necessário para esconder a verdade um do outro. Ele não pode saber do acidente e no que Ella se tornou e ela não pode descobrir que ele é Brian Oliver. Por mais que os dois queiram se conhecer pessoalmente... Mas e quando o destino prega a maior peça e tudo acontece sem querer?


Se você olhar a capa, ler a sinopse ou ler algumas resenhas e não ler o livro, você não vai entender como ele é intenso. Desde o começo, do momento do acidente, até a última página é sofrido ver por tudo que Ellamara passa em sua vida. Isso foi um ponto que me fez ver a trama de outra forma e que me cativou. Afinal, você não espera que isso aconteça.

Ver a forma como as pessoas a tratam, como ela tenta esconder suas cicatrizes e todo o problema com sua família, me deu vontade de socar sua irmã e a chacoalhar e perguntar que raio de problema ela tem. Podemos acompanhar a melhora da garota e até a mudança de vida que ela tem, o que me fez entrar no livro e me sentir ali, assistindo tudo de pertinho.

Acho que os personagens foram bem montados, por mais que Brian seja um pouco mole demais. Ella é uma personagem muito sensível e forte ao mesmo tempo, mas como eu me coloquei no lugar dela em vários momentos, pude entender essa “instabilidade” dela. No final, é claro que acabei deixando um pedacinho do meu coração com Brian, mas ele não está entre meus boys literários preferidos.


Mesmo os personagens secundários são ótimos e temos várias vertentes da história para acompanhar: os problemas da escola, o romance virtual com Cinder, o problema com suas meias-irmãs, o rancor com seu pai e a recuperação. Isso também me ajudou a não perceber que já era quase 5h da manhã e eu ainda estava lendo hahaha

Eu deixo como uma indicação, porque eu gostei muito de como tudo aconteceu e da evolução da personagem. Quem gosta de um romance não pode perder a oportunidade de conhecer esses dois lindinhos.


Eu tive um pouco de problema com a diagramação desse livro. Apesar de a capa ser bonita e de ter vários detalhes bonitinhos nas páginas, eu achei as letras muito pequenas e o espaçamento menor ainda. Isso atrapalhou na leitura, porque me fez demorar um pouco mais que o normal e cansava mais fácil. Se não fosse por isso, o livro teria ganhado cinco estrelas, com certeza.

Bom, espero que tenham gostado e me contem se já leram ou se pretendem ler. Beijinhos!



Mari Zavisch
23 anos. Estudante de jornalismo, amante de livros e fotografia. Harlan Coben é meu amorzinho literário e me apaixono por qualquer personagem de livros ♥
3 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

3 comentários:

  1. Olá!!
    Sua resenha me passou essa tal intensidade que você falou. Pela primeira vez fiquei curiosa com esse livro. Como você mesma disse, olhar para a capa e ler a premissa dele é algo que não me passa muita coisa, sabe? E além disso, eu não sou muito chegada em remakes, então sempre fugia desse livro. Confesso que não esperava que haveria tanta coisa por trás desse livro! Fiquei curiosa.

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  2. Wow! Looks really interesting!

    I hope that you visit my blog and maybe stay for longer!
    www.spiked-soul.pl

    Kisses
    Elwira Charmuszko

    ResponderExcluir
  3. Olá! Não conhecia esse livro, parece ser interessante, também adoro remakes de contos de fada hahah.
    Beijos,
    Meise Renata.
    viciadas-em-livros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

 
© Galáxia dos desejos, VERSION: 02 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo