Cinderela Pop - Paula Pimenta

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017
Ano: 2015
Páginas: 160
Editora: Galera

Sinopse: Cintia é uma princesa dos dias atuais: antenada, com opiniões próprias, decidida e adora música! Essa princesa pop morava com os pais em um castelo enorme de onde via toda a cidade. Todas as noites ela olhava pela janela, de onde ficava admirando a vista e sonhando... com um príncipe que ainda não conhecia.
Porém, um dia, o castelo de Cintia desmoronou e com ele tudo à sua volta. Desiludida, ela deixou de acreditar em romances e teve que reconstruir cada parte de sua vida, sem deixar o mínimo espaço para o amor.
Ela só não contava com um detalhe... Havia mesmo um belo príncipe em sua história. E tudo o que ele mais queria era descongelar o coração da nossa gata (nada) borralheira!



Depois de ler Princesa das Águas (resenha aqui) fiquei fissurada e louca atrás dos outros livros da série. Esse primeiro livro que li da Paula Pimenta me agarrou e eu tinha certeza que iria gostar dos outros. Ainda mais por ter lido o terceiro e já ter amado de uma vez. 

Esse segundo volume é a releitura de Cinderela e foi o livro que abriu caminho para a série Princesas Modernas. E olha que eu nem gosto das princesas hein!

Dessa vez, conhecemos Cintia. Uma garota que teve a primeira decepção amorosa de sua vida, se baseando nos pais. Pois é, seu pai traiu sua mãe e com toda a turbulência da separação, ela passou a acreditar que amor só existe nos livros e filmes para que todas as garotas sejam enganadas.

Depois de toda a confusão, ela passou a morar com a tia, já que sua mãe estava trabalhando no Japão e não falava com seu pai há um ano. Ainda mais depois que ele levou para dentro de casa a secretária e bruxa que acabou com o casamento dele. E pior que isso, insistia em dizer que Cintia agora tinha duas irmãs. Coisa que nem de longe elas eram. Nem irmãs, nem meia-irmãs, nem nada!


Tanto que sua vida se resume em poucas coisas: escola, falar com sua mãe pelo Skype, usar apenas roupas pretas e trabalhar como DJ nos fins de semana. Ela trabalhava para a empresa do namorado de sua tia e era o que a mantinha viva e razoavelmente feliz. Sentia na música tudo o que não sentia quando estava em casa e se sentia ótima enquanto montava playlists ou quando as pessoas da festa em que estava tocando se sentiam como ela. Dançando e aproveitando todas as batidas da noite. Tudo bem que ela só podia trabalhar até meia-noite, mas isso era o de menos e ela seguia essa regra muito bem. Afinal, não queria perder a oportunidade de trabalhar com o que gostava.

Porém, quando precisa pedir ajuda para seu pai, se depara com o maior problema de todos: está sendo obrigada a ir na festa de 15 anos das bruxinhas, digo, meia-irmãs. Esse nem é o pior. O problema é que ela tinha sido contratada para tocar naquela mesma festa e nem sabia quem eram as aniversariantes. E se seu pai descobrir que ela está trabalhando como DJ, vai tirar a garota do emprego!

Com tudo, ela se aproveita de que a festa é a fantasia e consegue se virar. Até 00h ela é a DJ Cinderela e no restante da festa ela é apenas Cintia. O que ela não esperava, era conhecer Frederico. Mais conhecido como Fredy Prince e o cantor queridinho de todas as garotas do Brasil. A princípio, ela não o reconheceu pela mascara que ele usava, por isso disse tudo o que pensava sobre o tal cantorzinho que usava suas letras para enganar todas as garotas. E foi isso, que o encantou. 

Agora, Fredy Prince está com um de seus tênis, que ela acabou deixando na festa por descuido, e quer encontrá-la. E para isso, está usando as redes sociais para mandar mensagens e marcar um encontro! Como aparecer para Fredy sem que seu pai descubra seu segredo?


Esse livro é bem menor que o primeiro e parecia (minha opinião) que a Paula não tinha muita certeza de como levar para frente a série. Calma! Ele é um livro bem escrito, é super rápido de ler e dá para se envolver um pouco com a leitura. O problema é que faltou desenvolver um pouco mais a trama.

Ela ficou bem rasa e não se aprofundou em muitas coisas. Diferente de Princesa das Águas, que foi um livro bem completinho e que tem bastante estória para que possamos nos envolver com os personagens e definir se gostamos ou não deles.

Cinderela Pop é um infanto-juvenil que serve para tirar de uma ressaca literária brava. Não pode ser considerado um dos melhores, mas definitivamente não é um dos piores. É gostoso de ler e a história de Cinderela é muito bem mostrada e seguida perfeitamente na releitura de Paula Pimenta. Sem falar que como o outro, a diagramação das páginas e dos textos é super fofinha! 💕

Poderia ser um pouco melhor? Sim, mas eu gostei bastante e agora estou procurando Princesa Adormecida para completar minha coleção e poder me envolver um pouco mais com essas novas princesas, que vamos combinar, são bem melhores do que as originais! hahaha

E vocês, já leram algum dos livros? Ou pretendem ler? Deixem seus comentários e me contem tudo! Beijinhos 😘



Mari Zavisch
23 anos. Estudante de jornalismo, amante de livros e fotografia. Harlan Coben é meu amorzinho literário e me apaixono por qualquer personagem de livros ♥
3 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

3 comentários:

  1. Oi Mari, tudo bem?

    Eu só li o primeiro dessa série, o Princesa adormecida e gostei bastante! Mas lá no blog uma colaboradora leu e gostou tb! Acho a narrativa da Paula Pimenta leve e gostosa!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi, Mari!
    Eu tenho muita vontade de ler essa série da Paula. Desse ano não passa!
    Adorei saber que Cinthia é adepta ao gótico suave haahhaha
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  3. Acho a Paula maravilhosa ♥
    Li Princesa adormecida e adorei!

    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir

 
© Galáxia dos desejos, VERSION: 02 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo