O Medo Mais Profundo - Harlan Coben

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016
Ano: 2016
Páginas: 272
Editora: Arqueiro

Sinopse: Na época da faculdade, Myron Bolitar teve seu primeiro relacionamento sério, que terminou de forma dolorosa quando a namorada o trocou por seu maior adversário no basquete. Por isso, a última pessoa no mundo que Myron deseja rever é Emily Downing. Assim, ele tem uma grande surpresa quando, anos depois, ela aparece suplicando ajuda. Seu filho de 13 anos, Jeremy, está morrendo e precisa de um transplante de medula óssea – de um doador que sumiu sem deixar vestígios. E a revelação seguinte é ainda mais impactante: Myron é o pai do garoto.
Aturdido com a notícia, Myron dá início a uma busca pelo doador. Encontrá-lo, contudo, significa desvendar um mistério sombrio que envolve uma família inescrupulosa, uma série de sequestros e um jornalista em desgraça.
Nesse jogo de verdades dolorosas, Myron terá que descobrir uma forma de não perder o filho com quem sequer teve a chance de conviver.

E lá vem ele... Harlan Coben vem com mais um livro pra me matar do coração e me fazer ter certeza que eu escolhi a pessoa certa para ser meu autor da vida e meu amorzinho literário 💜

Esse livro faz parte da série do Myron Bolitar e, mesmo que a editora esteja lançando a série fora de ordem, ainda vale a pena ficar um pouquinho confuso! Pode parecer que só estou falando isso pelo fato de ser apaixonada por praticamente todos os livros dele, mas não é isso. É que a trama principal sempre se sobressai e acaba fazendo com que a gente não se importe de não saber se ele está namorando com a Jéssica ou quem quer que seja haha

Enfim, nesse livro o instinto paterno fala mais alto e faz Myron questionar vários pontos de sua vida e de seu relacionamento com o pai. Vou explicar para vocês 😉

Myron Bolitar é um ex-jogador de basquete que teve sua carreira interrompida quando sofreu uma lesão no joelho e ficou impossibilitado de jogar profissionalmente. Hoje, agente esportivo, ele vive parte da sua vida agenciando atletas e a outra metade... Bom, ele banca uma de detetive de vez em quando. E é por isso que Emily o procura depois de tantos anos...

Emily foi um antigo amor de Myron. A atual esposa de Greg Downing, o maior rival de Myron nos tempos do basquete... Ele foi a pessoa que armou para que Myron se machucasse... O cara que foi traído na noite anterior do seu casamento, quando Myron e Emily tiveram uma recaída, um remember.


Só que dessa vez, Emily vem com uma notícia inesperada e que vai abalar o mundo de Myron: aquela noite, tantos anos atrás, rendeu aos dois um filho. Um garoto chamado Jeromy e ela é a única que sabe quem é o verdadeiro pai da criança. Como se isso não bastasse, ela solta uma outra bomba: o garoto sofre de uma doença grave e precisa de um doador de medula óssea. 
"Myron sentiu o coração congelar, o peito comprimido de forma insuportável, tornando quase impossível respirar. Abriu a boca, mas nada saia. Era como se alguém tivesse batido com um taco de beisebol no seu plexo solar. Emily o observava, balançando a cabeça.
- Isso mesmo - falou ela - Ele é seu filho."
Não dá pra piorar, certo?! Dá, dá sim. Sempre dá!
O único doador compatível desapareceu. Sumiu. Como se nunca tivesse existido. E se ele não for encontrado, Jeromy não vai ter muito mais tempo de vida.

Myron entendeu que ela usou a carta "ele é seu filho" para fazer com que ele entrasse de cabeça nessa investigação e encontrasse o doador, mas como ele poderia negar isso? A vida de um garoto, seu filho, estava em suas mãos. 

Conforme ele se aprofunda na investigação, uma identidade falsa, um serial killer e uma história de plágio caem em seu colo e agora quem tem que tomar cuidado é o próprio Myron.


Sou um pouco suspeita para falar? Sim, sou. Mas quem acompanha o blog, sabe que eu não iria mentir só porque gosto do autor. Se o livro não me convence, pode até ter sido o Coben a escrever, mas eu vou contar isso aqui para vocês. Só que de uma forma maravilhosa, ele ainda não conseguiu fazer isso haha Ele continua me surpreendendo com sua forma fácil de escrita e de nos envolver na trama.

O livro conta com todo o sarcasmo que já conhecemos e que é típico de Myron Bolitar. Mesmo que dessa vez existam mais reflexões sobre a relação familiar - principalmente de pai e filho -, ele não nos deixa sentir falta do bom humor e das ironias do personagem.


Win - AMOR DA MINHA VIDA -, Esperanza, Big Cindy e Zorra são personagens que dão as caras novamente e que continuam sendo pilares importantes para a construção da história de Myron. O que não é ruim, pois Bolitar sem qualquer um deles, não existe. 
"O amigo, por outro lado, permanecia devotamente fiel. Não se deve puxar a capa do Super-Homem, cuspir no vento, tirar a máscara do Cavaleiro Solitário nem se meter com Win."
Mais uma vez, Coben não deixa nenhuma ponta solta e isso continua me impressionando. Porque vamos falar a verdade: quando lemos com uma certa frequência, conseguimos descobrir o que vai acontecer no final do livro. Não que isso torne o livro ruim, só que acaba sendo um pouco óbvio demais. E Coben nunca fez isso. Até agora, não consegui descobrir o final de nenhum livro dele. E eu AMO isso 💜


Bom, estava morrendo de saudades de um livro dele e já estou ansiosa, pois no começo do ano que vem teremos mais um lançamento! Se quiserem conhecer mais algum livro dele, vocês podem conhecer mais nas resenhas de Que Falta Você me FazDetalhe Final e Não Fale com Estranhos.

Não esqueçam de deixar seus comentários aqui e leiam os livros dele! Vocês não vão se arrepender 😉 Beijinhos!
"- Abaixem-se! - gritou Myron.
Os paletós obedeceram. Ele se jogou no chão. As balas continuaram. Fogo de franco-atirador. Uma destruiu a luz do teto. Outra acabou com o abajur.
Impossível não amar Win."




Mari Zavisch
23 anos. Estudante de jornalismo, amante de livros e fotografia. Harlan Coben é meu amorzinho literário e me apaixono por qualquer personagem de livros ♥
3 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

3 comentários:

  1. Oe!
    Eu tenho muita vontade de ler Harlan Coben depois que o Bruno Miranda falou dele e porque eu preciso mesmo ler mais literatura policial e suspense, mas eu nunca vou atrás. Meta pra 2017! hahaha Agora com o seu elogio ao autor, eu estou com mais vontade ainda! Adoro livros com escrita fácil e bom senso de humor!
    Adorei a resenha!
    Beijos
    Se Esse Mundo Fosse Meu

    ResponderExcluir
  2. Oii Mari, até hoje só li um livro do Harlan que é não conte a ninguém e sempre quis ler mais coisas dele, e amei a sinopse desse livro e já coloquei na minha listinha hahahaha parabéns pela resenha, ficou ótima.
    - Beijos, Carol!
    http://entrehistoriasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Tenho muita vontade de ler algo do Harlan, todo mundo elogia os livros dele, haha. Adorei a resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir

 
© Galáxia dos desejos, VERSION: 02 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo