À Flor da Pele - Helena Hunting

quarta-feira, 2 de novembro de 2016
Ano: 2015
Páginas: 336
Editora: Suma de Letras

Sinopse: Tudo na tímida Tenley Page intriga o tatuador Hayden Stryker de um modo que ninguém jamais conseguiu: do cabelo longo e esvoaçante com aroma de baunilha até a curva suave do quadril... E o interesse dele só aumenta quando ela pede que ele tatue um desenho incomum em suas costas.
Com seu jeito durão, Hayden é tudo que Tenley nunca se atreveu a desejar. A química entre os dois é instantânea e desperta nela o desejo de explorar o corpo escultural que há por baixo de tantas tatuagens. Traumatizada por um passado trágico, Tenley vê em Hayden a chance de um recomeço. No entanto, o que ela não sabe é que ele também tem segredos que o impedem de manter um relacionamento por muito tempo.
Quando os dois mergulham em uma relação excitante e enfim passam a confiar um no outro, lembranças e problemas batem à porta — e talvez nem mesmo a paixão entre eles seja capaz de fazê-los superar seus traumas.

Nossa, cada vez mais eu odeio sinopses. Putz, como as editoras querem que eu faço uma resenha e fale um pouco sobre o livro, se elas já contam tudo o que eu poderia falar? Tá difícil, gente! Então não leiam a sinopse que eu vou tentar fazer um pouco diferente. Obrigada fofos <3

Esse é mais um da lista “tenho faz tempo, mas enrolei muito para começar a ler”. E o pior de tudo, é que eu já queria ter começado ele faz muito tempo, mas não sei o que aconteceu que foi ficando, foi ficando até que eu finalmente resolvi parar com essa palhaçada! E já vou dar aquela dica: assim que terminei a leitura já sai correndo pra procurar a continuação...


Esse livro conta com o ponto de vista dos dois personagens principais: Tenley e Hayden. Logo de cara eu já gostei muito mais do ponto de vista de Hayden. Acho que não só eu, já que existem mais capítulos dele do que dela. Logo no início, já recebemos a informação de que Tenley é a nova paixãozinha de Hayden. Ele trabalha no estúdio de tatuagem que fica na frente do café onde a garota começou a trabalhar. Aliás, a dona do café, é a tia dele. Então fica mais fácil ainda para fazer novas visitas para Tenley.

Ela é uma garota simples. Bem mais baixa que ele e com um ar angelical. Extremamente tímida e cora todas as vezes que Hayden fala com ela. Já ele é o oposto de toda a delicadeza dela... Ele é inteiro tatuado, cheio de piercings no rosto e tem aquele ar de mal, mas claro, sendo lindo da forma dele. Conforme vamos conhecendo os dois, percebemos que nem ela é tão santa assim e nem ele é o bicho papão que aparenta ser.


Não demora muito para que os dois se deixem levar pela atração que sentem. Só que nenhum dos dois imaginava que ao contrário da aparência deles, por dentro eles eram muito parecidos. Os dois escondem segredos fortes e que podem mudar essa nova relação em que se meteram. Principalmente da parte de Tenley. Ela consegue esconder bem, até que mostra a tatuagem que quer que ele faça nela: uma asa com fogo em algumas partes e que seja grande o suficiente para cobrir as costas inteira.

Conforme a tatuagem se desenvolve em seu corpo e o relacionamento dos dois começa a ganhar forma, seus segredos resolvem aparecer e se infiltrar no meio deles. O que já parecia difícil, ficaria impossível se um descobrisse o que o outro esconde... Mas como esconder um passado tão feio da pessoa que se ama?


Se eu tivesse que fazer uma recomendação desse livro, pensando nele como um todo, não pensaria duas vezes antes de dizer que vocês precisam ler! Sério. A leitura flui que é uma beleza e apesar de ser um pouco repetitivo, ele me prendeu até o final. Sem contar que a última página me fez querer emendar o segundo livro. E tem o Hayden, né?! Me apaixonei por ele e nem precisava de Tenley para gostar da estória haha

Ah, e amei os segredos deles. O leitor fica sabendo rápido o que aconteceu com cada um deles e eu achei bem pé no chão. As duas coisas são críveis e podem acontecer a qualquer momento, com qualquer um.

Porém, se me pedirem para fazer uma análise por partes, eu não sei se recomendaria com tanto gosto assim. Tenley é chata e me irritou o fato de ela não abrir logo a boca e contar o que tinha acontecido com ela e o que ainda estava acontecendo, na verdade. Eu entendo todo o mimimi de que era difícil e tudo o mais, mas já dava pra saber que ia dar problema, sabe?! Então nas últimas vezes que ela teve a chance e não falou nada, eu tive vontade de dar um soco nela.

E também teve o fato de que as coisas giraram muito em círculo. Brigam, reatam, brigam por coisas do passado, se amam, brigam mais um pouquinho e... Bom, vocês vão ter que descobrir onde deu toda essa briga, mas vocês entenderam o que eu quis dizer, né?!

Apesar disso tudo, eu ainda considero um livro muito bom, porque eu acho que com todos seus defeitos, ele ainda assim me prendeu e me fez querer ler a continuação. Existe coisa melhor? Afinal, ninguém é perfeito e os erros se tornam aceitáveis se no final o resultado foi bom.

Então é isso. Espero que eu tenha conseguido me expressar direito e ter contado um pouquinho só da trama, já que a sinopse fez todo o resto haha Não esqueçam de deixar seus comentários aqui, hein?! Beijinhos <3


Mari Zavisch
23 anos. Estudante de jornalismo, amante de livros e fotografia. Harlan Coben é meu amorzinho literário e me apaixono por qualquer personagem de livros ♥
3 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

3 comentários:

  1. Oi, Mari!
    Realmente tem algumas resenhas que nem comento mais sobre o livro porque a sinopse já faz isso.
    Confesso que já cansei desse briga, reata, briga, reata, bota casaco tira casaco dos casais de NA. Essa premissa já foi batida.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Oii!!Não leio sinopses hehe Amei a resenha, cara eu amo seu jeito de escrever haha Seu ponto de vista também, muitas vezes você vê algo que nunca tinha parado para notar... Sei lá, acho que sou meio avoada.. Mas tem partes quentes? haha Parece ser um livro muito bom, espero conseguir lê-lo!
    Beijos ❤
    JP

    ResponderExcluir
  3. hahhahah morri com você brava com as sinopses!
    Gostei da premissa desse livro Mari, apesar do que você falou da mocinha protagonista deu vontade de ler mesmo assim kkkk
    Mas acho que esse ano já tá na hora de fechar a wishlist infinita né?!
    Um beeeijo,
    Paloma

    surewehaveablog.com.br

    ResponderExcluir

 
© Galáxia dos desejos, VERSION: 02 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo