Amor e Revolução (Colonia)

quarta-feira, 5 de outubro de 2016
Sinopse: Chile, 1973. Em meio ao golpe de estado que derrubou o presidente eleito Salvador Allende e possibilitou a ascensão do ditador Augusto Pinochet, as massas estão nas ruas protestando, entre eles um casal alemão, Lena (Emma Watson) e Daniel (Daniel Brühl). Quando o rapaz é levado pela polícia secreta de Pinochet, Lena procura por ele e descobre que seu amado está em um lugar chamado Colonia Dignidad, uma suposta missão de caridade dirigida por um pregador (Michael Nyqvist), só que na verdade é uma prisão de onde ninguém nunca escapou. A fim de encontrar Daniel, a moça decide se juntar ao culto religioso da Colonia.

Um dia, olhando as notícias na internet, me deparei com uma matéria sobre Colonia Dignidad. Um local onde um alemão criou seu próprio mundo com suas regras e pregações. Lá dentro, pessoas eram torturadas e mortas sem muita razão aparente. O governo tinha conhecimento do que acontecia lá dentro, mas (claro!) nenhum deles fez nada. A população que estava do lado de fora não tinha conhecimento das barbáries que aconteciam lá dentro e a população que vivia lá dentro, nunca mais saía de lá.

Achei super interessante e fui pesquisar um pouco mais sobre o assunto, afinal eu sou apaixonada por esse tipo de história. Apesar de não concordar com nenhuma das ações tomadas, sou fascinada por tentar entender a mente de pessoas como Hitler ou seriais killers. No final dessa pesquisa, descobri que um filme sobre a Colonia havia sido feito e a atriz principal era ninguém menos do que Emma Watson. Como não querer assistir, né?! hahaha

Confesso que estava com um pouco de medo de assistir. Pensei que seria chato e bem parado, sem grandes acontecimentos. Tanto que meu namorado ficou me enchendo a paciência porque achava que o filme ia ser ruim... E eu meio que concordava com ele.

No filme conhecemos Daniel e Lena. Um casal de alemães que vivem na correria. Ela, aeromoça, e ele, ativista forte contra Pinochet. Entre uma viagem e outra, Lena acaba passando alguns dias com seu namorado no Chile, indo às manifestações e conhecendo um pouco mais do mundo em que ele está vivendo. Daniel tem o nome forte no meio do grupo, já que é ele quem faz os cartazes para as manifestações.


Porém, a situação muda quando todos são presos e levados a um campo imenso. Lá, as pessoas que fazem parte dos grupos contra Pinochet são levadas embora ou mortas ali mesmo e quem não é reconhecido, pode sair livre dali. Claro que Daniel é reconhecido e levado embora. Lena é liberada e começa uma busca para descobrir para onde ele foi levado.

Após um tempo, descobre que ele foi para a Colonia Dignidad e que precisa retirá-lo de lá o mais rápido possível. Para isso, ela se passa por missionária e faz a pior escolha de sua vida: entra lá por livre e espontânea vontade. Assim que se acomoda, descobre que os homens não encontram as mulheres nunca, apenas em ocasiões raríssimas e que desobedecer pode ter uma punição horrível.


Ao mesmo tempo, temos o ponto de vista de Daniel e podemos acompanhar todo o sofrimento pelo qual ele passa e a forma que ele encontra pra se manter vivo e livre de grandes responsabilidades. Demora muito para que ele tenha conhecimento de que Lena está ali por ele e quando isso acontece, eles prometem sair de lá juntos. Vivos ou mortos.

Contando, parece um filme normalzinho, com alguns momentos tensos e que dá tudo certo no final... Gente. Não acreditem nisso. Sério. Conforme o filme foi passando, eu sentei, deitei, sentei de novo, me peguei tensa e prendendo a respiração. Ele não é extremamente agitado, com muita ação, porém, te deixa tão tenso, que é difícil não prestar atenção do começo ao fim.


É aquele tipo de filme que você tem certeza que a qualquer momento, tudo vai dar errado e todo mundo vai morrer, sabe?! É praticamente impossível ser positivo hahaha Achei impressionante como esse alemão era doente e as coisas terríveis que ele acreditava e pregava para os homens. Pois é, lá dentro a divisão de homens e mulheres era bem clara e elas eram tratadas da pior forma possível.

Vale a pena assistir, tanto pelos atores quanto pela história. Tudo foi muito bem feito e é dolorosamente tenso do começo ao fim, mas mesmo assim é um filme sensacional. Ainda mais legal é que eles colocaram as fotos dos registros da verdadeira Colonica Dignidad no final do filme, então assistam!

Deixem seus comentários aqui e me contem se assistiram ou não o filme, hein?! Beijinhos <3











Mari Zavisch
23 anos. Estudante de jornalismo, amante de livros e fotografia. Harlan Coben é meu amorzinho literário e me apaixono por qualquer personagem de livros ♥
2 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

2 comentários:

  1. Quando vi a Emma Watson no cartaz do filme, já fiquei com os olhinhos brilhando *-* admito, sou fã dessa moça. Mas, depois que li o seu post, fiquei com uma vontade imensa de conferir a produção. Parece bem o tipo de filme que eu gosto e pelo visto, ele surpreende em muitos aspectos´, né? Já vou adicionar a listinha!! Beijos!
    Colorindo Nuvens

    ResponderExcluir

 
© Galáxia dos desejos, VERSION: 02 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo