Roomhate - Penelope Ward

terça-feira, 23 de agosto de 2016
Ano: 2016
Páginas: 280
Editora: Createspace Independent Publishing Platform

Sinopse: Dividir uma casa de verão com um companheiro de quarto quente como o inferno deveria ser um sonho se tornando realidade, certo?
Errado! Não quando o meu companheiro é Justin. A única pessoa que eu havia amado, e que agora me odeia.
Quando minha avó morreu, recebi como herança a metade de sua casa localizada na ilha Aquidneck; havia apenas um pequeno problema: a outra metade iria para o garoto que ela ajudou a criar.
O mesmo garoto que virou o adolescente cujo coração eu quebrei anos atrás.
O mesmo adolescente que agora é um homem com um corpo rígido e uma personalidade rigorosa para corresponder.
Eu não o via há anos, e agora estamos morando juntos porque nem um de nós está disposto a desistir da casa.
A pior parte? Ele não veio sozinho.
Logo perceberia que há uma linha tênue entre amor e ódio. Por baixo desse sorriso presunçoso eu podia ver que o garoto que uma vez conheci, ainda está lá. Então, essa é a nossa conexão.
O problema? É que eu não posso ter Justin, porém, nunca lhe desejei tanto quanto agora.



Esse livro me interessou por ter sido escrito por Penelope Ward. Eu só havia lido um livro dela, mas como eu tinha adorado, achei que valia a pena tentar ler alguns outros. Ainda mais por ela escrever o tipo de New Adult que eu adoro: aqueles bem clichês MESMO. Um homem, uma mulher, os dois lutando contra um desejo avassalador e que a gente já sabe o final. Mas fazer o que se é isso que eu gosto, certo?! hahaha


Um livro dividido em duas partes, onde a primeira é a minha preferida. Juro que eu não esperava aquela problemática, mas o final foi extremamente óbvio. Pode até parecer, mas não estou reclamando. Não mesmo. O que encontrei foi um livro cheio de amor, ódio, lembranças e mudanças. Quer saber... Vem cá que eu vou explicar a trama pra você.

A estória é narrada por Amelia, uma mulher forte e decidida que após o falecimento de sua avó, descobre que herdou a casa em que ela passou grande parte de sua infância, de seus verões. O único problema é que Justin herdou metade da casa. E quem é Justin? Ele foi o amor de sua vida, desde que eram pequenos, mas a vida a fez tomar decisões difíceis e uma delas foi fugir dele há alguns anos atrás. Da mesma forma que ela recebeu a notícia da herança, ele provavelmente deve ter recebido também, por isso o encontro dos dois parece inevitável. Ainda mais depois que ela decide passar o próximo verão na casa...


A única coisa que ela não esperava era que ele aparecesse com uma namorada. Uma linda, maravilhosa, simpática e modelo namorada. Fora que sabia que ele havia ficado chateado com a fuga dela, mas não imaginava que ele seria tão rude e frio com ela. Até mesmo sua namorada achava um absurdo. Os dias a fizeram gostar da cada vez mais da garota, mesmo ela estando junto com quem, um dia, foi seu tudo.

Conforme os dias vão passando, e as farpas aumentando, Amelia decide acabar de uma vez com essa briga ridícula entre os dois. Por mais que Justin não queira, ela acaba o convencendo a conversar sobre o que os separou e eles até que se entendem melhor. E é a partir daí que tudo começa a ficar intenso. Amelia ainda sente uma forte atração por ele, mesmo depois de tantos anos. E Justin, bem... Não está muito atrás, né?! Só que agora ele namora e perdoa-la totalmente pode não ser tão fácil assim.


Gente <3 Só sentimentos de amor com esse livro!
Pra começar, é difícil demais não se apaixonar por Justin. Ele é aquele homem bonzinho, maravilhoso, músico, tatuado, maravilhoso de novo e que mesmo quando está sendo um idiota com Amelia, ele continua sendo maravilhoso. Porque fica claro que aquilo é birra, sabe?! Ele é o típico homem literário que nunca vai existir! E vou ser sincera, até da namorada dele eu gostei haha Todos os personagens nesse livro foram criados pra que a gente os amasse. Essa é a única explicação!

É um romance fofinho que contém os melhores pontos de uma estória: amor de infância, reencontros tensos, mal entendidos, reviravoltas e aquele final que você afina a voz e diz “que coisa mais linda” haha Ele é dividido em duas partes e a partir da segunda, temos um furacão de emoções. Tudo é mais intenso e o desdobramento da estória é maravilhoso. O livro flui fácil e não queria mais parar de ler.

Se você é aquela pessoa que adora um romance fofinho e clichê, com umas pitadas de drama e umas boas reviravoltas, então você está no lugar certo. Esse livro foi feito pra você! Penelope conquistou meu coração com mais um livro! <3

Espero que tenham gostado e não se esqueçam de deixar seus comentários aqui, hein?! Beijinhos e até a próxima ;)




Mari Zavisch
23 anos. Estudante de jornalismo, amante de livros e fotografia. Harlan Coben é meu amorzinho literário e me apaixono por qualquer personagem de livros ♥
2 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

2 comentários:

  1. Olá!
    Li dois livros até agora da Penelope Ward e gostei bastante. Esse já entrou para a minha lista! Espero ler ele logo <3 Com certeza também não irá me decepcionar.
    Percebi que ela adora escrever livros com amores proibidos e complicados, E EU AMO!
    Já leu "Sins of Sevin"?

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  2. Oi Mari. Eu vi a resenha do livro em um outro blog e já tinha ficado apaixonada pela problemática, não vejo a hora de começar! O legal dessas histórias é que não se resumem a sexo, e sim uma história de amor, recomeço entre outras coisas. Sempre me apaixono! Infelizmente só consegui a versão em inglês, mas assim que puder vou ler.
    Beijo. Leitora Encantada

    ResponderExcluir

 
© Galáxia dos desejos, VERSION: 02 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo