A Garota do Calendário: Março - Audrey Carlan

quarta-feira, 24 de agosto de 2016
Ano: 2016
Páginas: 144
Editora: Verus


Sinopse: Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Mia vai passar o mês de março em Chicago com o empresário Anthony Fasano, que a contrata para fingir ser noiva dele. A princípio Mia não entende por que um homem tão lindo e másculo precisa de uma falsa noiva.

Depois de receber um presentinho lindo do Grupo Editorial Record com todos os livros publicados da série A Garota do Calendário e uma caneca fofíssima, venho contar pra vocês um pouco mais sobre o terceiro livro! Aliás, Audrey Carlan vem na bienal esse final de semana!!! Alguém conseguiu senha para pegar autógrafo com ela? Infelizmente, eu não consegui. Entrei um milhão de vezes naquele site, mas não tinha visto que eles iam liberar as senhas por lá. Fiquei um pouco chateada, mas segue em frente, né?! Pelo menos minha presença está mais que confirmada nesse sábado. 


Bom, pra não fugir muito dos outros volumes da série, esse livro foi bem rapidinho e eu li em uma hora, se deu tudo isso. Ele tem uma escrita bem fácil e que possibilita uma leitura rápida! Bom, esse livro me deixou um pouco mais feliz que os outros por conta de sua trama, mas ainda assim, não pude deixar de notar alguns probleminhas...

Ah, se você quiser conferir as resenhas dos dois primeiros livros, é só clicar aqui, para o primeiro volume, e aqui para o segundo.

Nesse livro, Mia Saunders vai passar o mês com o famoso Anthony Fasano. 
Ele e sua família são donos de uma gama de restaurantes, o Fasano. Muito conhecido e cobiçado, ele a contrata para que ela possa servir como noiva de mentirinha para sua família. Logo que eles se conhecem, ela não entende o motivo de um homem daquele precisar que uma mulher finja ser sua noiva. Afinal, ele é maravilhoso, lindo, rico, maravilhoso, educado e eu já disse lindo? E é por isso que não consegue esconder a surpresa em seu rosto, quando descobre que Anthony é gay, mas não tem coragem de se assumir. Ele tem certeza que isso afetaria os negócios e que sua família não o aceitaria. Ainda mais porque sua mãe quer um neto o mais rápido possível, senão o nome da família vai morrer com ele.


Mia conhece seu namorado e percebe como os dois se amam e combinam. Durante o tempo que passa com eles, aprende tudo o que precisa, para que a farsa pareça verdadeira. Porém, enquanto passa os dias conhecendo melhor a família da Anthony e fingindo ser sua noiva, ela percebe que pessoas ao redor podem sair magoadas e que, talvez, essa não seja a melhor forma de viver uma vida. Ainda mais porque nenhum deles seria feliz. Com isso, ela quebra suas próprias regras e tenta expor sua opinião sobre o que esta acontecendo na vida de seu contratante. Será que ela vai fazer a escolha certa, ao falar o que pensa?

E o melhor ficou para o terceiro livro: Wes. Ah meu querido Wes! <3 Ele, finalmente, tem uma presença mais forte nesse volume e me deixou extremamente feliz! hahaha Temos também a aparição do ex-namorado de Mia, o cara que mandou acabar com seu pai. Que, aliás, ainda está em coma e sem muitas novidades no quadro médico. Ou seja, ela ainda vai ter que ralar muito nesses próximos nove meses que estão por vir.


Gente, eu amei o fato de Anthony ser gay. Sério. Quando eu pensei em 12 livros, não parei pra pensar em quantas possibilidades havia a espera de Mia. Então quando eu vi que não ia ser só mais um cara com quem ela ia passar uma noite ou outra, eu fiquei muito feliz. Ainda mais porque abre uma gama de assuntos importantes que podem ser tratados. E é nesse mesmo ponto em que achei o livro falho.

Por ele ser muito curto, a estória deixa a desejar. Faltam detalhes, falta uma explicação melhor e só me deixou com vontade de saber mais sobre a estória deles, sabe?! Só que eu sei que não vai ter continuação, não vai ter uma explicação melhor mais pra frente... E isso me deixou bem chateada. Eu queria ter acompanhado melhor os problemas e entender um pouco mais da família de Anthony. E não pude ): 
"- Ele te ameaçou?
- Sim. Ameaçou ser o meu próximo cliente. Dá pra acreditar nisso?
Seus olhos se arregalaram.
- O quê? Que loucura.
Apontei para ela.
- Exato! Foi o que eu disse.
- E como você se livrou dessa? Você não vai deixar que ele seja o próximo cliente, vai? - Ela se encolheu na banqueta, obviamente tão desconfortável com a ideia quanto eu, quinze minutos antes.
- De jeito nenhum! Basicamente eu falei que o mataria enquanto ele estivesse dormindo.
A boca de Gin se abriu, e seus olhos se arregalaram. Em seguida, ela jogou a cabeça para trás e começou a rir.
- Só você... - Ela riu tanto que até soluçou. - Só você seria capaz de ameaçar um agiota. Um cara que, supostamente, mata pessoas a trabalho. É melhor tomar cuidado."
Entendo que uma série com 12 livros não pode ter volumes muito extensos, senão ninguém leria tudo, mas existem tramas que não podem ser deixadas de lado e não podem deixar muitos buracos. Essa deixou tudo isso e mais um pouco. Fiquei chateada. Mas tudo bem, porque Wes levou meu coração com ele e fez esse livro valer a pena hahaha

Espero que tenham gostado e deixem seus comentários. Aliás, me contem também quem vai à Bienal aqui em SP!!! Beijinhos <3




Mari Zavisch
23 anos. Estudante de jornalismo, amante de livros e fotografia. Harlan Coben é meu amorzinho literário e me apaixono por qualquer personagem de livros ♥
2 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

2 comentários:

  1. Olá!!
    Tô dizendo que o Wes vai destruir os nossos corações nessa série. TEAM WES!!! <3
    Não acredito que você vai pra Bienaaaaal!! Moro muito longe e não vou poder ir :( APROVEITA, MONA!!

    Beijãoooo
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  2. Oii!! Menina eu li esse, achei muito pequeno ou sei lá, só que acabei muito rápido assim como vc em uma hora praticamente e a única coisa que realmente valeu a pena foi o Wes, meu pai, como ela não ficou de cama de tanto ele fode ela?? kkkk Achei que esse seria mais um livro no qual ela dormiria com o cliente e mesmo sendo gays fiquei com esperança de um trai o outro kkkkk
    Aproveita a Bienal por mim Flor!!
    Beijos ❤
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir

 
© Galáxia dos desejos, VERSION: 02 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo