A Geografia de Nós Dois - Jennifer E. Smith

sexta-feira, 22 de julho de 2016
Ano: 2016
Páginas: 272
Editora: Galera Record


Sinopse: Lucy mora no vigésimo quarto andar. Owen, no subsolo... E é a meio caminho que ambos se encontram - presos em um elevador, entre dois pisos de um prédio de luxo em Nova York. A cidade está às escuras graças a um blecaute. E entre sorvetes derretidos, caos no trânsito, estrelas e confissões, eles descobrem muitas coisas em comum. Mas logo a geografia os separa. E somos convidados a refletir... Onde mora o amor? E pode esse sentimento resistir à distância? Em A Geografia de Nós Dois, Jennifer E. Smith cria tramas cheias de experiências, filosofia e verdade.

Já vou deixar bem claro que eu pedi esse livro, por causa da capa e nada além disso. Se eu falar que li com muita atenção a sinopse, não acredite na minha palavra, porque isso é uma besteira total. Isso está errado? Talvez, mas eu gosto de me surpreender e eu sou muito visual, então gostei da capa e pronto, isso é motivo suficiente para eu ler um livro, certo?!

Certo. E esse é um daqueles em que não me arrependi nadinha de ter feito isso. (preciso fazer um comentário nada a ver, mas todas as vezes que eu falo nadinha, eu penso em alguma comparação de “algumacoisa é rainha e blablabla é nadinha”. Desculpem, precisava contar isso pra alguém hahaha). O livro além de contar uma estória de amor há distância, ainda nos leva em uma viagem por vários estados e países diferentes. É quase uma volta ao mundo do amor <3

Vou tentar ser breve na explicação da estória, porque não quero estragar nada para quem for ler, belezinha?! Então, vamos lá!

Lucy e Owen são dois adolescentes que moram no mesmo prédio. Ela no vigésimo quarto andar e ele no subsolo. Ela mora ali porque sim, já ele vive ali porque seu pai é o ZELADOR? do prédio, senão ele passaria longe de um prédio que vale tanto dinheiro. Apesar de se encontrarem algumas vezes, nunca se falaram. Até o momento em que um blecaute acontece e os dois ficam presos no elevador.

Os minutos em que ficam presos no elevador são o suficiente para mudar completamente a vida dos dois. Uma ligação entre eles é construída e um sentimento diferente consome os dois. Naquela noite, em que os dois estão sozinhos, já que os pais dela estão viajando e o pai dele está preso em algum lugar por causa do blecaute, os dois se tornam confidentes e passam a noite no telhado, observando as estrelas e contando todos os seus medos e sonhos.


A conexão entre eles fica óbvia, só que o destino não vai ser muito legal com os dois. Após um único beijo, os dois são obrigados a se separarem. Lucy vai morar na Escócia e ele acaba tendo que sair do prédio, ou seja, a distância entre os dois se torna absurdamente grande. E o triste é pensar que quando moravam no mesmo lugar, não aproveitaram nada do que poderiam ter aproveitado e, hoje, depois de apenas uma noite, os dois sentem o coração apertado por estarem separados.
"Se traçassem um mapa dos dois, de onde tinham começado e de onde terminariam, as linhas seguiriam para longe uma da outra como ímãs de polos opostos. E já tinha ocorrido a Owen que havia algo profundamente errado com aquilo, que deveriam existir círculos ou ângulos ou voltar, qualquer tipo de traço que possibilitasse às duas linhas voltarem a se encontrar. Em vez disso, iam em direções opostas. O mapa era o mesmo que uma porta prestes a se fechar. E a geografia da situação - a geografia dos dois - estava completa e irremediavelmente errada."
O único contato que eles têm, é o de envios de cartões postais. Lucy até envia alguns e-mails para ele, mas Owen não tem um celular com capacidade para respondê-los. Esse livro nos mostra que em meses e com uma distância imensa, se o amor for verdadeiro, ele permanece. Afinal, cada um seguiu sua vida, mas eles não conseguem esquecer aquela noite nem o coração é capaz de escapar disso. A pergunta é: o amor vai sobreviver e eles vão conseguir ficar juntos?


Gente, esse livro é muito amor! <3

A chave dessa trama foi a forma como eles se apaixonam. Não foi forçado e é algo totalmente plausível. Eles criam uma relação diferente e aos poucos percebem que algo mais pode ter crescido dentro deles. Eu achei lindo. Sem falar que aprendemos sobre muitos lugares e não só dos Estados Unidos, já que conhecemos Londres, Paris e Escócia.

Além disso, cada um deles tem que aprender a conviver com os problemas pessoais. Lucy tem problemas com seus pais e Owen tem que ser forte para seu pai, já que sua mãe faleceu há pouco tempo. Essa distância que a autora criou entre eles, os fez focar em seus próprios problemas e só enriqueceu mais o livro.

Foi muito bem escrito e de uma maneira singela. Principalmente do meio do livro para o final, pois os capítulos começam a ficar mais curtos e a nossa curiosidade só aumenta cada vez mais. Até as brigas entre eles são gostosas de ler. Fiquei encantada com esse livro! Nunca tinha lido nada da autora (mesmo tendo livros dela na minha lista de desejados) e tenho certeza que essa foi uma ótima maneira de conhecê-la.

Você pode estar se perguntando o motivo de eu não dar cinco estrelas para o livro. E a resposta para isso é simples: eu amei o livro, mas ele não roubou meu coração. Ele é amor, ele é uma fofura e uma forma diferente de mostrar o amor entre duas pessoas, mas faltou um toque especial que eu nem sei dizer qual é hahaha fácil, né?!

De qualquer forma, eu recomendo, né?! É um romance super leve e que nos faz viajar o mundo, quer coisa melhor? Bom, espero que tenham gostado e deixem seus comentários aqui, hein?! Beijinhos ;)



Mari Zavisch
23 anos. Estudante de jornalismo, amante de livros e fotografia. Harlan Coben é meu amorzinho literário e me apaixono por qualquer personagem de livros ♥
3 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

3 comentários:

  1. Olá!
    Esse livro parece ser muito interessante. Vejo várias pessoas falando dele, mas fiquei feliz em ver a sua resenha. Espero que eu possa lê-lo em breve também.
    Ando lendo muitos New Adult e poucos romances assim, talvez esse seja uma boa pedida.

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  2. Que amor de resenha!! Me apaixonei, não sei se foi pelo livro ou pelas suas palavras dele!! Amei de verdade Flor! Já está na lista!
    Beijos ❤
    Jardim de Palavras
    Vintage Feelings

    ResponderExcluir
  3. Me apaixonei pela sinopse ♥ deve ser lindo esse livro ! ameei a resenha vc é muito talentosa ;* beijos beijos

    www.cheiadeinvencao.com

    ResponderExcluir

 
© Galáxia dos desejos, VERSION: 02 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo