A Desconhecida - Peter Swanson

terça-feira, 19 de julho de 2016
Ano: 2015
Páginas: 288
Editora: Novo Conceito



Sinopse: Uma história sombria, em uma atmosfera romântica e um quê de Hitchcock, sobre um homem que fora arrastado para uma trama irresistível de paixão e assassinato quando um antigo amor reaparece.de mentiras.Em uma noite de sexta-feira, a rotina confortável e previsível de George Foss é quebrada quando, em um bar, uma bela mulher senta-se ao seu lado. A mesma mulher que desaparecera sem deixar vestígios vinte anos atrás. Agora, depois de tanto tempo, ela diz precisar de ajuda e George parece ser o único capaz de salvá-la. Será que ele a conhece o suficiente para poder ajudá-la?

Eu nem sei há quanto tempo eu demorei para ler esse livro. Não por ter achado ruim ou por ter me cansado. Só que comecei super empolgada e acabei deixando de lado porque a empolgação com os livros que comprei ou recebi da parceria depois, foi maior. Aliás, eu preciso parar de fazer isso, porque depois demoro um pouco até me acertar com a escrita de novo.

Bom, quem acompanha o blog, sabe que eu adoro livros de suspense e investigativos. Esse era um que estava chamando a minha atenção fazia um tempo e que eu estava torcendo para conseguir compra-lo. No final das contas, consegui um desconto ótimo por ter pontos acumulados e acabei levando o livro pra casa. Logo no início a trama te prende e te faz querer entender o que é que está acontecendo…

Melhor eu explicar direitinho pra vocês ;)

A estória é narrada por George Foss. E é exatamente o que a sinopse nos diz: em uma noite de sexta-feira, ele estava tomando uma cerveja com a sua ex-mulher, o que é muito comum entre os dois, quando sua vida para por alguns segundos. Ele reencontra Audrey, hoje uma mulher, mas quando a conheceu, eles estavam na faculdade e ela foi sua primeira namorada de verdade. Só que depois de seis meses estudando juntos, ela simplesmente desapareceu. E agora, lá está ele a encarando novamente, como se nada tivesse acontecido.

Ele cria coragem para se aproximar dela e não acredita quando confirma que é ela mesma, que ele não está caindo em uma pegadinha de seu cérebro. Só que as palavras que saem de sua boca, transformam a vida de George para sempre: ela conta que roubou uma grande quantia de um homem com quem ela tinha um caso e que ele havia descoberto. Depois de sentir falta do dinheiro, ele começou a ameaça-la e fazer de tudo para que esse dinheiro fosse devolvido. Agora ela estava pronta para fazer essa devolução, só que precisava da ajuda de George… Ela queria que ele fosse entregar o saco com o dinheiro para ele.


Sem nem acreditar, George aceita e faz o que ela estava pedindo. Vai até a casa e devolve todo o dinheiro. Pensando que sua vida havia voltado ao normal e que ainda tinha ganhado mais uma noite com Audrey, George dorme tranquilo ao lado da mulher que ainda era dona de boa parte de seus pensamentos.

Só que batidas na porta podem mudar toda essa tranquilidade. Audrey já não se encontrava mais em seu apartamento e a polícia estava na sua porta, querendo saber qual era a sua ligação com NOME DO CARA QUE MORREU, pois eles sabiam que ele havia estado na casa no dia anterior. No dia em que ele havia sido assassinado.

O que era para ser uma simples ajuda se torna uma caça. George passa a ser suspeito de assassinato, Audrey esconde muito mais do que ele pensava, ele passa a ser perseguido e ameaçado e morte, sem

falar que as pessoas que fazem parte de sua vida começam a passar perigo também. Um rolo de problemas e confusões vai se embaralhando na sua frente e a resposta para esse problema parece não existir.

A única coisa que ele tem certeza é que Audrey tem alguma ligação com tudo isso…


Eu até que contei bastante da estória para vocês, mas isso é o resumo do que vai acarretar a real encrenca em que ele vai se meter. Os capítulos são intercalados entre o presente e o passado, e são nessas partes em que vamos entender e conhecer um pouco mais da Audrey. Fiquei com dó e com raiva dela em muitas partes desse livro, aquela relação de amor e ódio, sabe?! Haha Já George não me deixou apaixonada, mas também não me fez odiá-lo. Não sei muito bem como definir a relação que eu tenho com ele haha Talvez não tenha convencido muito... E olha que já faz uns dias que eu terminei a leitura, hein…

O livro é bem escrito e me prendeu do começo ao fim. O que eu achei legal, é que a trama envolve várias pessoas e várias problemáticas. Quando você pensa que uma delas começa a se resolver, vem outra e te mostra que, na verdade, você não sabe de nada.

Sem falar na diagramação dessa capa que eu achei sensacional. Juro. Tanto a frente quanto atrás, achei genial essa mulher meio apagada. Foi o que eu mais amei haha

Eu só tive um problema com esse livro. Um grande, imenso problema. Eu ODEIEI, repito, ODIEI o final.

Não vou contar o que acontece, mas se você quer muuuuuito ler o livro, não leia o próximo parágrafo.

Eu entendo completamente o motivo do autor ter feito o que fez e até consigo entender os motivos do personagem, mas se não for ter nenhuma continuação, então achei lixo haha Me desculpem, mas eu tenho muita raiva de quando o autor faz um final que não resolve nada. Todas as explicações e planos foram perfeitos, sério, ele criou um plano do crime PERFEITO, mas tive vontade de morrer quando terminei de ler e não obtive um ponto final na estória.

Agora pode voltar a ler ;)

Tirando esse meu problema com as últimas páginas do último capítulo, achei um bom livro e uma ótima trama. Acho que vale a pena a tentativa, mesmo que você fique muito bravo com o final, como eu fiquei.

Bom, é isso amizades, espero que tenham gostado e que deixem aqui os comentários de vocês!!! Beijinhos.



Mari Zavisch
23 anos. Estudante de jornalismo, amante de livros e fotografia. Harlan Coben é meu amorzinho literário e me apaixono por qualquer personagem de livros ♥
6 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

6 comentários:

  1. Oi, Mari!
    Realmente muito normal para todo mundo tomar uma cervejinha com a ex hahahhahah
    A mulher ressurge das cinzas pra meter o cara em muitas tretas hahhahah Tadinho.
    Mulher, Miss Toddynho foi um apelido que me deram por conta de um recadinho anônimo que me mandaram hahahhah Aí eu adotei como pseudônimo hahhahaha
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Olá, é um saco quando você espera algo do final e ele não veio, aconteceu com Eleanor & Park, eu quis matar a autora! Mas eu amei essa capa do livro, é como um suspense que precisa ser desvendado. Amei! Abraços.
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  3. MARI, MARI, MARIIIIIIIIIIII...
    Olha só o que tu faz comigo!
    Me deixou totalmente dividida! MUITA SACANAGEM! u.u
    kkkkkkk
    Enfim, vou me decidir depois... haha
    Bjoos


    Jovem Literário

    ResponderExcluir
  4. Ual! kkk Amei o Post, não conhecia ainda o livro e amei mais ainda sua sincera opinião kkk
    Beijos ❤
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
  5. Adorei sua resenha. Preciso confessar que tenho medo dos livros dessa editora, sério hahahahahaha. É que já quebrei MUITO a cara com eles, faz sentido isso? Enfim, mais desgostei do que gostei dos livros que li da Novo Conceito. Sei que isso é culpa do autor, mas já fico pensando que eles não selecionam direito hahaha. Fico animada com as sinopses e depois me ferro. Ai que horror dizer isso, mas é muita impressão. Ganhei um deles de presente e lerei para tentar tirar essa impressão, vai dar certo haha. Enfim, voltando a sua resenha... Eu já tinha visto esse livro, mas como te falei, era dessa editora, achei melhor não... Mas eu gosto desse clima de "suspense/mistério/o que ta acontecendo aqui senhor?" que A Desconhecida parece ter. Concordo com você, a capa é linda!!! Uma coisa que eu achei engraçada e muito ingênua do George foi ter topado uma coisa dessas, meio burro o cara né?! Eu já ia passar raiva com o personagem desde esse momento... Fiquei curiosa pra saber como autor cagou o final também. Personagem burrinho e final ruim, acho que não vai dar certo comigo, a menos que eu ganhe de presente, aí leio hahahaha.


    Carolina Souza
    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  6. Olá!!
    Verdade né, super normal estar lá bebendo e do nada aparecer a sua ex namorada que tinha sumido! Hahah.
    O enredo me chamou muita atenção, achei muito intrigante e o livro parece levantar muitas questões.
    Fiquei babando nessa capa! Nossa!

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir

 
© Galáxia dos desejos, VERSION: 02 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo