As Gêmeas do Gelo - S. K. Tremayne

terça-feira, 26 de abril de 2016
Ano: 2016
Páginas: 362
Editora: Bertrand Brasil



Sinopse: Um ano depois de Lydia, uma de suas filhas gêmeas idênticas, morrer em um acidente, Angus e Sarah Moorcroft se mudam para a pequena ilha escocesa que Angus herdou da avó, na esperança de conseguirem juntar os pedaços de suas vidas destroçadas. Mas quando sua filha sobrevivente, Kirstie, afirma que eles estão confundindo a sua identidade — que ela é, na verdade, Lydia — o mundo deles desaba mais uma vez. Quando uma violenta tempestade deixa Sarah e Kirstie (ou será Lydia?) confinadas naquela ilha, a mãe é torturada pelo passado — o que realmente aconteceu naquele dia fatídico, em que uma de suas filhas morreu?'

Esse livro cumpre muito bem a sua principal promessa: ser um thriller psicológico que mexe com o leitor.

Sou apaixonada por tramas que me deixam louca junto com o personagem e que me deixam na dúvida sobre o que é e não é real. Isso significa que o livro foi bem escrito e que conseguiu te prender até o fim. E foi exatamente isso que aconteceu comigo enquanto lia essa estória louca.

Desde a primeira página eu já fiquei presa ao livro. A narrativa dele é muito simples e fácil, o que não te dá tempo para olhar para o lado e se distrair. Em vários momentos pensei que ele fosse mais puxado para o terror, mas fiquem tranquilos: apesar de algumas fotos medonhas e a menção de uma garota morta, não é para esse lado que o livro corre…

Mas vou parar de falar antes da hora e vou explicar para você um pouquinho mais dessa trama:

De inicio já conhecemos Sarah e Angus, os pais das gêmeas. Mesmo dois anos depois da morte de uma das filhas, a relação deles não voltou ao normal. Apesar de se gostarem e de amarem Kirstie, o peso da morte de Lydia ainda é uma coisa muito forte entre os dois. E é tentando salvar a família que eles decidem se mudar para a ilha que ele herdou da avó.

Sarah nem conhece o lugar, apenas por fotos, mas tem certeza que isso vai ajudar os três e vai manter a cabeça dela ocupada por um tempo, já que a casa está há muito abandonada e por isso não está em seus melhores dias. A decisão parte dos dois e eles tem certeza que a partir do momento em que se mudarem, tudo vai correr muito melhor.


Só que a coisa mais estranha de todas acontece com Sarah… Kirstie pergunta para ela qual o motivo da mãe sempre a chamar de Kirstie, quando na verdade, ela é Lydia e Kirstie é a irmã que morreu.

Ela leva um choque, obviamente, afinal dois anos haviam se passado e seria possível que eles teriam errado a filha que morreu? Isso seria possível? Essa frase de sua filha, entra na cabeça dela e começa a mostrar detalhes que Sarah não havia prestado atenção antes, como a forma como Kirstie estava se comportando cada vez mais como Lydia… Será?

Ela prefere deixar isso de lado enquanto a mudança acontece, ainda mais depois de falar com psicólogos e fazer algumas pesquisas, descobre que irmãos gêmeos podem se sentir confusos depois da morte de um dos dois, afinal, depois conviver com aquela pessoa que dividia até os pensamentos, era estranho e

confuso ficar sozinho. Então para não se preocupar a toa, não conta para Angus e decide deixar isso passar, por enquanto.

Conforme os dias vãos passando, os problemas entre o casal vão piorando e nos capítulos que temos a visão de Angus, percebemos que ele sabe muito mais do que revela em relação às filhas. E para piorar, o estado de Kirstie, não melhora. Ela começa a ver a irmã em todos os lugares, brincar e conversar com ela. O que faz todos os colegas da escola terem medo dela. Aos poucos ela está se tornando uma criança solitária e confusa… Como ajuda-la?

Aliás, o que fazer quando seu casamento está um desastre, a sua filha não sabe qual das gêmeas é (muito menos você) e anda falando sozinha pela casa? E acho melhor eu parar por aqui, porque dá pra piorar. Os segredos estão muito mais fundos do que qualquer um deles imaginava…


Bom, como eu já disse no começo da resenha, esse é um livro para mexer com a sua cabeça, pois cada hora um dos personagens vem com uma revelação nova que coloca em duvida a anterior e isso vai acontecendo até o final do livro. Você só tem certeza de tudo que aconteceu, nos últimos capítulos! Sem falar que o desfecho... Uau. Fiquei um tempinho olhando o livro e pensando sobre a vida haha

Apesar de ser uma estória com muita informação e várias reviravoltas, logo nos primeiros capítulos você já fica por dentro de tudo o que aconteceu. Conta com uma escrita fácil e que desde a primeira página te prende. Acho que a forma como foi escrito faz isso com você, porque você quer respostas e logo no primeiro capítulo a menina já fala que ela não é quem todo mundo pensa. Então é impossível você não ficar interessado logo de cara.

Todos os personagens foram bem construídos e, ao contrário do que eu pensava, não ficou nenhum ponto aberto. Pelo menos nenhum que eu lembre ou que tenha me incomodado. Sem falar que tudo o que acontece ali, pode acontecer na vida real e foi isso que me deixou intrigada com o livro. Porque existem pessoas que sofrem psicologicamente com a morte de algum parente, então né...


E ah, conforme as páginas vão passando, existem alguma fotos que te ajudam a visualizar melhor o farol, a ilha e o interior da casa... Mas elas só me fizeram ter um pouco de medo e pensar em como eles conseguiram se mudar para aquele casarão abandonado e medonho haha brincadeira. Não, não é haha Mas é interessante a ideia.

É mais um livro que vale a pena a leitura! Espero que vocês tenham a oportunidade de ler esse thriller fantástico. Agora não esqueçam de me contar o que acharam e se querem ler ou se já leram, beleza? Beijinhos :)



Mari Zavisch
23 anos. Estudante de jornalismo, amante de livros e fotografia. Harlan Coben é meu amorzinho literário e me apaixono por qualquer personagem de livros ♥
4 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

4 comentários:

  1. Oi Mari!
    Menina, vc deixou a minha cabeça cheia de minhocas e perguntas! Eu adoro thrillers e quando tem criança no meio eu fico mais doida ainda pra ler, rs. Acho que elas enriquecem o mistério da trama! Adorei a sua resenha!

    Beijos!
    Fabi Carvalhais
    Pausa Para Pitacos | Participe do TOP COMENTARISTA | Promoção PQ SIM!

    ResponderExcluir
  2. Oii tudo bem?
    Eu já vi uma resenha desse livro há um tempão, mas depois nunca vi mais nada dele. Acho a premissa bem interessante apesar de ser receosa pra esses thrillers kkk Mas como quero leituras novas esse ano vamos que vamos kkk Amei a resenha <3

    ❥Blog:Gordices Literárias

    ResponderExcluir
  3. Oi, Mari!
    Eu estou de olho nesse livro desde que saiu.
    Adoro thrillers e histórias com crianças, ainda por cima gêmeas, sempre rendem bons resultados.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. Olá, Mari linda <3
    Mulher, arrepiei todinhaaaa! Que história é essa? Sério, coloquei na lista! Nunca li nada assim e achei super envolvente a história. Não desgrudei os olhos da resenha! Hahah. Adorei também o fato de ser algo que pode acontecer com qualquer um, nada muito fictício.

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir

 
© Galáxia dos desejos, VERSION: 02 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo