Intergaláctica - F. P. Trotta

terça-feira, 26 de janeiro de 2016
Ano: 2015
Páginas: 279
Editora: Livros Ilimitados

Sinopse: Uma conspiração para controlar o rumo da mais importante expedição espacial da história da humanidade. 3 de Maio de 2031 - No dia de lançamento da aguardada expedição da NASA para explorar a lua de Júpiter, uma das candidatas para habitar vida extraterrestre, a psiquiatra Amanda Collins acorda de um coma após meses batalhando contra uma meningite aguda.Junto com seus pacientes Stryker, Ripley e sua amiga Lina, eles descobrem que fazem parte de um crescente quebra-cabeça envolvendo uma corporação geopolítica underground chamada A Firma, que planeja sabotar a missão, usufruindo de uma nova tecnologia para saquear a nave e destiná-la para um planeta habitável localizado dezessete anos luz da Terra. O quarteto então inicia uma operação para descobrir a verdade por trás da conspiração, mergulhando de cabeça na maior expedição planetária da história da humanidade.


Eu deveria me bater pelo tempo que estou para postar essa resenha e ela não sai aqui dos rascunhos... Aliás, não sei como o F. P. Trotta não veio ainda me cobrar alguma coisa, sério!

Afinal, essa leitura é fruto de uma parceria e eu sei que demorei demais para finalizar isso aqui. Espero que eu seja desculpada e que a parceria possa continuar com o próximo livro, porque eu estou MORTA de curiosidade com o que vai acontecer...

O livro é bem diferente do que vocês estão acostumados a ler aqui, mas é uma leitura bem bacana e que valeu a pena. Então, se você gosta de ficção científica, puxa a cadeira e vem conhecer esse livro.

Tudo começa com Amanda. Em 2009, ela vive com seu pai e sua empregada. Seu pai é um grande cientista e que faz várias bugigangas tecnológicas. Os três vivem muito bem, mas a garota sempre foi muito curiosa, como qualquer criança, né?! E isso não muda até que ela tenta entrar no laboratório do pai e descobre que experiências estranhas estão acontecendo por ali. E que existe uma bolinha brilhante muito legal que ela não consegue deixar de tocar... E é no momento em que ela pega a bola que o alarme do laboratório começa a tocar. 

Agora, em 2031, com um pouco mais de 30 anos, depois de quase ter participado de experiências de seu pai e de ter fugido, a psiquiatra Amanda acorda de um coma em que se encontrava há um tempo. A culpada é uma meningite aguda a tinha deixado extremamente debilitada.


E é durante esse coma que ela sonha com um lugar totalmente novo. Um mundo distante e com seres diferentes dos humanos, tanto de forma física quanto emocional. O sonho foi tão real, que quando encontra seus pacientes, Ripley e Stryker, é a primeira coisa que conta para eles.

Logo depois de explicar nos mínimos detalhes tudo o que viu, é a vez da dupla a deixar atualizada sobre a grande viagem para Europa, a lua de Júpiter. Por um toque de ironia, toda essa viagem está sendo financiada e controlada pela empresa de seu pai, A Firma.

Logo Amanda se junta com Ripley, Stryker e Lina para poderem descobrir o que seu pai está aprontando e o que ele vai ganhar financiando toda essa viagem. Já que eles tem certeza que essa descoberta, de alguma forma, vai beneficia-lo. E é o que mais intriga Amanda.

Os quatro conseguem uma forma de se infiltrarem na Firma e descobrem o que Oswald quer. O problema é que não desconfiavam que seriam descobertos. E é nesse momento que a segunda parte do livro começa. Os quatro são induzidos em um sono que dura 10 anos, até que alguns empregados de Oswald os acordam e pedem ajuda para Amanda. 

Eles precisam voar para um outro planeta, onde há vida inteligente e conseguir reverter tudo o que Oswald fez e trazer a paz para a terra novamente. E é ai que tudo começa a acontecer...

O livro se passa em terceira pessoa e é uma loucura. O autor está de parabéns e me deixou bem intrigada. Menino, de onde você tirou toda essa imaginação? Senhor... 

Sério gente, existe ação do começo ao fim e são tantas informações, tantos seres, nomes e planetas diferentes, que fica difícil expressar o que eu senti lendo esse livro. É impressionante a forma como ele conseguiu juntar todos os problemas e deixar tudo bem amarradinho no final. Eu não saberia criar tanta coisa nova e não deixar nenhuma ponta solta haha 

Os personagens são bem estruturados, mas confesso que Amanda me irritou muito. De todas as resenhas que tinha lido, acho que sou a única que não gostou dela hahaha Achei ela bem chata e dona da verdade! Desculpa haha

De resto, a trama é bem montada e deu super certo. Adoro esse tipo de estória e agora estou mais do que louca pra ler a continuação. Mesmo que no começo tenha achado tudo muito corrido, depois fui me adaptando a escrita e a forma em como as informações são passadas para os leitores. 

Agora que venha o próximo e espero que não me desaponte haha

Já ouviram falar do livro? Querem ler? Me contem tudo!! Beijinhos :)



Mari Zavisch
23 anos. Estudante de jornalismo, amante de livros e fotografia. Harlan Coben é meu amorzinho literário e me apaixono por qualquer personagem de livros ♥
2 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

2 comentários:

  1. Oi! Fiquei curioso com esse livro com toda essa coisa espacial e outros planetas, isso me chamou bastante a atenção. Quero ler!
    Ótimo post! Parabéns :D

    blogleitorit.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Olha, pelo jeito você gosta desse gênero de livro, então eu super recomendo o livro!!! É muito bom e é extremamente detalhista, você vai amar!!!
    Beijinhos

    ResponderExcluir

 
© Galáxia dos desejos, VERSION: 02 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo