A Garota no Trem - Paula Hawkins

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016
Ano: 2015
Páginas: 378
Editora: Record


Sinopse: Um dos maiores fenômenos editoriais dos últimos tempos, o thriller psicológico The Girl on the train, de Paula Hawkins, surpreendeu até mesmo seus editores e a própria autora, nascida e criada no Zimbábue, que vive em Londres desde os 17 anos: em menos de um mês, o livro – que vem sendo comparado pela crítica a uma mistura de Garota exemplar e Janela indiscreta – ultrapassou a impressionante marca de 500 mil exemplares vendidos e alcançou o primeiro lugar nas listas de mais vendidos em todos os países em que foi publicado (Reino Unido, Irlanda, EUA e Canadá) desde seu lançamento em janeiro. A trama, que gira em torno do desaparecimento de uma jovem mulher, com três narradoras femininas duvidosas, conquistou fãs como o mestre do mistério Stephen King, que publicou em sua conta do Twitter que o “excelente suspense” o manteve acordado a noite inteira: “a narradora alcoólatra é mortalmente perfeita”. 

O livro segue uma linha de recentes sucessos literários de uma nova geração de autoras que vem redefinindo as convenções do gênero policial, com personagens femininos complexos que fogem do estereótipo de vítimas ou megeras, e tramas que criam suspense a partir de evoluções psicológicas sutis e dinâmicas ardilosas do casamento e relacionamentos. Com os direitos vendidos para 37 países e uma adaptação para o cinema em andamento pela Dreamworks, o romance será publicado no Brasil pela Editora Record em junho, com o título A garota no trem.

Bom pessoal, essa é a resenha do livro obrigatório do desafio literário. O tema é Suspense. Eu colocaria esse livro mais em um thriller psicológico, mas eu procurei na internet e esse livro é considerado suspense. Então é isso hahaha

Eu não conhecia muito sobre a estória, na verdade não sabia nada. Ele estava na minha lista de desejados, mas já fazia um tempo e eu nem lembrava mais do motivo de eu ter colocado ele lá. Essa foi a parte boa do desafio, já tirei um da minha lista hahaha

O livro conta um pouco sobre a vida de Rachel. Uma mulher na casa dos trinta anos, desempregada, desleixada e alcoólatra. Depois de ter vivido anos maravilhosos com seu marido, Tom, o fato de que não poderia ter um bebê a fez recorrer a bebida. A transformando em uma pessoa terrível e que não lembrava da metade das coisas que fazia. Por isso, hoje ela não tem mais um marido.

Aliás, só bebendo mesmo para esquecer o que sua vida se tornou. Pega o trem todos os dias para fingir ir para um trabalho que ela nem tem mais. Patético. Mas adora imaginar a vida de um casal que mora perto dos trilhos do trem. Um casal tão lindo e que parece se amar muito. Pelo menos é o que ela consegue perceber de tão longe. Jess e Jason. Esses são os nomes que ela inventou para os dois.

Todos os dias ela olha para aquela casa e percebe como é sozinha. Como é triste. Mas olhar para os dois tomando café da manhã no quintal é o que realmente gosta de fazer. Ver como a vida das pessoas segue enquanto a dela está parada naquele mesmo ponto.

Só que em uma sexta-feira seu mundo desmorona. Quando esta passando pela casa de Jess e Jason, ela vê que Jess está traindo o marido com um cara que ela nunca havia visto naquela casa antes. Como ela pôde fazer isso com um homem que a ama tanto? A raiva sobe a cabeça de Rachel e a deixa indignada.

Até que Jess, que na verdade se chama Megan, desaparece.

O rosto dela está em todos os cantos. Aliás, Jason, que se chama Scott, também está em todos os lugares. A preocupação, o desespero. Ela não tem certeza em como se sente, mas começa a lembrar que na noite do desaparecimento de Megan, ela estava bêbada. Na rua da casa de Megan. Ah é, Megan é vizinha de seu ex-marido. Que hoje é casado novamente. E é pai. Provavelmente ela foi até a casa de Tom para falar alguma besteira para Anna, sua esposa. Mas e se ela viu alguma coisa estranha? Será que por trás dessa memória perdida, Rachel sabe o que aconteceu com Megan? Precisa se lembrar, precisa ajudar Scott. 
"Alguém está vindo. Alguém está falando comigo. Veja só. Veja só o que você me obrigou a fazer." 
Conforme os dias vão passando, Rachel tem cada vez mais certeza de que precisa ajudá-lo. Que precisa esquecer Tom, sua mulher e sua filha. Precisa seguir sua vida e contar para Scott que viu Megan com outro homem. Ela precisa... Precisa de mais um copo de Gim Tônica. 


Bom, o livro tem três pontos de vista: Rachel, Megan e Anna. A maior parte dele gira em torno de Rachel, que é a pessoa mais perturbada que eu já conheci. Sério. Eu sou apaixonada por esse tipo de livro, adoro pessoas que são psicologicamente problemáticas e tinha certeza que esse não iria me decepcionar. 

Só que não foi bem assim. 

Foi por muito pouco que eu não desisti da leitura. Ao mesmo tempo que Rachel tem aquele lado problemático que eu adoro, ela também é extremamente chata. Meu deus. Tive vontade de dar uns tapas na cara dela várias vezes. Sério. Só que quando eu fui desanimando, os capítulos de Megan foram me colocando pra cima. 

Dessa forma, você consegue entender um pouco mais da vida que Megan e Scott levavam e se eles eram mesmo o casal perfeito ou não. Mais ou menos a mesma coisa que acontece com os poucos capítulos de Anna, eles são bons pra entender alguns pontos que ficam em aberto da visão de Rachel e são fundamentais para resolver todo o mistério por trás do sumiço de Megan. 

Mas não sei, achei as três mulheres bem chatas haha É um livro que vale a pena ler, se você tiver um pouco de paciência com a Rachel e com o modo que todas elas são um pouco submissas aos seus respectivos homens.

O que valeu muito pra mim, foi a estória em si e o final. Juro que eu não consegui desvendar o mistério até ler. Eu desconfiei de todos eles, mas toda hora mudava de opinião. Chegava a falar "É ESSE, agora eu tenho certeza" e duas páginas depois eu percebia que estava totalmente errada hahaha A trama é boa e te pega de jeito quando você se entrega a leitura e deixa de lado pequenos incômodos. E ah, eu adorei o final <3 

Bom, espero que tenham gostado! E ai, vocês já leram esse livro? Querem ler? Me contem! Beijinhos.



Mari Zavisch
23 anos. Estudante de jornalismo, amante de livros e fotografia. Harlan Coben é meu amorzinho literário e me apaixono por qualquer personagem de livros ♥
24 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

24 comentários:

  1. Eu também gosto bastante de personagens problemáticos haha Apesar dos pontos negativos que bom que você não descobriu o mistério até o fim, significa que o autor amarrou bem a história, né? Acho legal ser surpreendida no final! Beijos :)

    Colorindo Nuvens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      É verdade, pelo menos o final foi bem legal e eu adorei <3
      Beijinhos

      Excluir
  2. Olá!!
    Uau, ainda não li nenhum livro do gênero, mas sua resenha me fez ter vontade de ler esse. Deve ser uma delícia ter que ficar pensando e tentando entender quem realmente foi, ali, junto com os personagens.

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi :)
      Sim, eu adoro esse gênero de livro! Gosto muito de ficar tentando descobrir que fez o que hahaha
      Beijinhos

      Excluir
  3. Pareceu interessante...mas estou sem tempo para ler..rs
    www.lindaeinteligente.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, é uma pena ): O livro é muito legal!
      Beijos

      Excluir
  4. Olá, Mari, tudo bem?

    Não vou mentir, li muitas resenhas negativas sobre este livro, mas de inicio a sua me cativou me conquistou e pensei:preciso ler este livro! Quero saber realmente o que Rachel pretende fazer, e onda esta a Megan? mas quando finalizei desanimei de novo, todas as resenhas que li refere-se ao mesmo ponto! As mulheres são muitas chatas o que torna a leitura cheta e decepcionante, mas você gostou apesar de tudo HAHAHA estou na duvida ainda, mas quem sabe outra hora? adorei a resenha.

    Beijinhos

    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ingrid!!
      Jura? Eu nem cheguei a ler outras resenhas, porque eu tinha muita vontade ler...
      E é verdade, o fato da Rachel ser extremamente chata, me incomodou um pouco, mas deu pra revelar e ler o restante do livro!
      Obrigada :)
      Beijinhos

      Excluir
  5. Oi, Mari!
    Mais uma resenha positiva sobre esse livro, mas acredita que não tenho interesse em ler? Eu acho ele com um quê de Garota Exemplar (outro que não me interessa)
    Mas, assim como você, eu amo personagens perturbados. Verdade que dá vontade de matar, mas são os melhores.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mentira menina, como assim você não gosta de Garota Exemplar? Eu amo esse livro!!!
      Esse são os melhores personagens, né?! haha
      Beijinhos

      Excluir
  6. Olá!
    Curti, mas acho que eu me irritaria também com essa personagem que te irritou rs
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas - SORTEIOS NO BLOG! PARTICIPE :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem que ter força de vontade para conseguir terminar de ler, viu?!
      Mas o final foi muito bom!!!
      Beijinhos

      Excluir
  7. Oláá Mari
    Estou muito curiosa para ler esse livro desde que li a resenha no blog do Tony, mas por enquanto ainda não consegui adquiri-lo... E agora sua malvada tu me deixou a falida leitora aqui ainda mais curiosa, Oh god assim num dá :( kkkkkkk
    Bjooos


    Jovem Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elô!
      Eu só estou fazendo com você o que você faz comigo hahaha
      Me deixar com vontade de tudo que você lê hahaha
      Beijinhos

      Excluir
  8. Olá Mari!!! Também quase abandonei o livro, mas estava com tanta expectativa pra descobrir o mistério que me esforcei e realmente o final salvou. Adorei seu cantinho! Se quiser ler a resenha do meu blog vou deixar o link...

    Beijinho

    http://eventualobradeficcao.blogspot.com.br/2016/01/resenha-garota-no-trem-por-paula-hawkins.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah então tivemos o mesmo pensamento nesse livro, viu?! hahahaha
      Obrigada! Vou dar uma olhadinha lá :)
      Beijinhos

      Excluir
  9. Tô louca por esse livro desde que descobri que a Lauren Prepon vai estrelar a adaptação, sem contar que a sinopse é ótima.
    Beijos!
    choveamoraqui.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredita que eu nem sabia que ia virar filme? haha
      Espero que seja muito bom!!
      Beijinhos

      Excluir
  10. Sei que isso é estranho, mas eu me lembrei de uma música de fossa quando comecei a ler a resenha. Só que eu esqueci o nome ~ótima memória a minha, deve ter percebido.

    Mas enfim, eu já fiquei toda me coçando de curiosidade logo no comecinho, eu preciso ler esse livro! Mas essa parte de que as mulheres da trama são meio submissa já me desanimou um pouco, por quê não tenho um pingo de paciência pra isso :v

    Mas já tá anotado na lista! Muuito boa sua resenha, parabéns!

    XOXO
    http://dilemasdalua.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei que você lembrou de uma música que você não lembra hahahaha
      Ah espero que você consiga ler e que goste mais do que eu :)
      Beijinhos

      Excluir
  11. Oi Mari,
    Eu to louca para ler esse livro e espero conseguir encaixá-lo em algum outro tema do desafio ou então vou acabar lendo por fora mesmo. Adorei a resenha e minha vontade é correr agora mesmo para livraria e devorar essa história haha.

    To participando do desafio também depois da uma olhada nas resenhas de Janeiro ;)
    https://umlivroqueeunaoli.wordpress.com/2016/02/17/desafioliterario2016-janeiro/

    Beijoo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá :)
      Espero que você consiga ler e que goste bastante da trama :)
      Beijinhos

      Excluir

 
© Galáxia dos desejos, VERSION: 02 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo