Perdendo-me, encontrando você - C. M. Stunich

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015
Ano: 2013
Páginas: 366
Editora: Sarian Royal 

Sinopse: A ideia da Amy Cross de 21 anos de uma excitante noite de sábado é se enrolar com o seu namorado de livro favorito e furtivamente esgueirar uma garrafa de vinho de sua mãe. Isto é, até que ela conhece Austin Sparks, o garoto motociclista com um passado que queima como fogo e um olhar que ela não pode desviar. Sem saber o que está fazendo ou porque ela está fazendo, Amy acaba na estrada com Austin, viajando de uma cidade para outra enquanto aprende coisas que ela sempre apenas leu em romances. 
No começo, parece que Austin é a fantasia de Amy que se tornou realidade, mas conforme a jornada deles avança, ela começa a sentir que Austin está fugindo de algo. Amy sabe que ela vai fazer o que for preciso para ajudá-lo a encontrar-se. O que ela não espera é que ela vai perder-se no processo e quão bom é sentir-se livre.
Atenção: O livro possui linguagem que pode ofender algumas pessoas mais sensíveis no que tange a religião.
Ah, eu tenho que ser sincera, né?! Então tá bom. 

Comecei a ler esse livro por engano haha estava procurando um, achei que fosse esse ai e quando abri e vi a capa, notei que era o errado... Mas já que estava ali, resolvi dar uma chance para ele...  

O livro conta a história de Ami Cross, uma garota de 21 anos, que vive com os pais em um cidade pequena. Sua família é extremamente religiosa e o pai é um pastor que abusa de sua autoridade para punir a garota de formas horríveis, enquanto sua mãe finge que não vê nada. Enquanto sofre calada, Amy lê seus romances como forma de escape e como forma de se apaixonar por um homem e fantasiar como pode ser passar uma noite com um.


Todo ano, sua cidade recebe um evento de motociclistas, então qualquer lugar que ela vá, encontra motos e homens que são o terror de sua família: cheios de tatuagens, piercings, fumantes e que não levam a sério a vida.

Mas é com um desses "pecados" que Amy se econtra e percebe que sua vida precisa mudar. Nada mais, nada menos que Austin Sparks. Um homem que ela pensou ter saído de um de seus livros de tão lindo que é. Musculoso, cheio de tatuagens e que tem uma lábia ótima pra cima dela.

Logo ela percebe que ele pode ser o bilhete de saída dela, talvez ela possa se juntar ao grupo de motociclistas dele e fugir de sua casa, finalmente. O problema, é que depois de uma noite louca que os dois passam juntos, sua família e todos da igreja recebem um vídeo dos dois juntos... Ficar e receber seu castigo ou tentar fugir e ser livre de uma vez por todas?


Bom, em um primeiro momento, quando vi a sinopse, achei que seria legal ou pelo menos um pouquinho legal! Já que achei que o livro mostraria bastante dos dois na estrada e que fosse ter algum momento em que os segredos dele são expostos e sei lá... Minha imaginação voou alto! Só que não foi bem isso o que eu encontrei.

A maior parte do livro, ela está reclamando de sua vida, de seus pais e de como a religião transformou todos nos monstros que são hoje e, na verdade, achei tudo isso MUITO exagerado. Devem existir pessoas como aquelas, mas achei desnecessário tudo aquilo, dava pra ter criado um outro tipo de trama nessa parte, mas ok.

Ao contrário do que a sinopse promete, o grande segredo dele não é tratado como algo muito importante e logo é descartado da história. Muitas coisas ficam sem explicação ou acontecem rápido demais para que tudo faça sentido.

Acho que a única coisa que a sinopse prometeu e cumpriu, foi que o livro tem MUITAS cenas hot, até cansei algumas vezes... 

Tudo foi muito exagerado, rápido e com falhas na história... Eu li muito rápido, mas porque eu queria saber se as coisas seriam melhor explicadas ou se mais alguma coisa muito importante iria acontecer.

Para não falar que tudo foi ruim, adorei as citações que ela faz dos personagens dos livros que ela ama. Podemos encontrar Grey, Maddox, entre outros que eu adoro hahaha

Acho desnecessário dizer que não vou continuar lendo a série, né?! hahaha O próximo livro conta a história de outro casal, mas mesmo assim não me chamou a atenção e tenho medo de ler e ser ruim como esse, então prefiro só imaginar como poderia ser!

Não sei se recomendo essa leitura, então fica a seu critério :) Beijinhos!



Mari Zavisch
23 anos. Estudante de jornalismo, amante de livros e fotografia. Harlan Coben é meu amorzinho literário e me apaixono por qualquer personagem de livros ♥
6 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

6 comentários:

  1. Oii Mari, tudo bom?
    Quando vejo capas de livros assim eu fico super desconfiada porque raramente as histórias são boas e se fala de motociclistas então? Eu geralmente tendo a passar reto porque tudo é sempre exagerado e feito de uma forma pouco convincente o que me decepciona porque geralmente as sinopses tem potencial! Ou talvez seja só estratégia de marketing, né?
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Pois é, eu não gostei muito da capa, mas a sinopse acabou chamando minha atenção...
      Pena que não chegou nem aos pés do que deveria ser, né?! ):
      Beijos

      Excluir
  2. Oláá Mari, tudo bem??
    Nossa,quando vi a capa e a sinopse fiquei interessada, mas com seu alerta em vermelho já fiquei meio que com um pé atrás, agora com sua resenha eu acredito que não vá mesmo ser uma leitura que irá me agradar, realmente se não fosse sua resenha eu provavelmente compraria, leria e depois ficaria me perguntando porque não comprei outro no lugar deste kkkk Tu me salvou de uma futura Bad Literária!!! Vlw o////
    *Ah, desculpa o meu sumiço, os vestibulares quase me mataram. :/ rsrs
    **Ahhh, está rolando o SORTEIO de NATAL lá no blog, se quiser participar.. Eu espero que o duende verde da sorte esteja a seu favor! haha
    Bjoos

    Jovem Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha Elô, tenho quase certeza que você nem terminaria de ler esse livro, viu?! hahaha
      Que bom que pude te ajudar :)
      Beijos

      Excluir
  3. Oi
    quando li a sinopse a história chamou minha atenção e me interesse e ele foi se perdendo no decorrer que ia lendo a resenha, pena que tudo foi muito exagerado e que a protagonista só reclamava.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Denise :)
      Uma pena mesmo, poderia ter sido bem melhor!
      Beijos

      Excluir

 
© Galáxia dos desejos, VERSION: 02 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo