Hearts in Darkness – Laura Kaye

sexta-feira, 17 de julho de 2015
Ano: 2011
Páginas: 96

Editora: The Wild Rose Press

Sinopse: Makenna James acha que seu dia não pode ficar pior, até que ela se encontra presa em um elevador, no escuro, com um completo estranho. Distraída por um telefonema e fazendo malabarismos com as coisas que carrega, a contadora, em risca de giz, pegou apenas um vislumbre de uma tatuagem de dragão em sua mão, antes que as luzes se apagassem. Caden Grayson acha engraçado quando uma ruiva, literalmente, cai aos seus pés. Sua diversão se transforma em pânico quando a força falha. Apesar de seus piercings, tatuagens e cicatriz, ele morre de medo de espaços escuros e confinados. Agora, está preso em seu pior pesadelo. Para combater o medo, ambos devem se aproximar e se abrir. Sem preconceitos baseados em olhares, eles descobrem o quanto têm em comum. Na escuridão, o calor e a atração crescem e faíscas voam... mas eles vão sentir o mesmo quando as luzes voltarem?


CONTÉM SPOILERS. Tudo bem, EU CONTO QUASE A HISTÓRIA INTEIRA. 

Um livro que tinha absolutamente tudo pra dar certo, sério, TUDO. Eu tinha certeza que eu ia ler e ia fazer uma resenha linda e maravilhosa contando como eu me encantei em tão poucas páginas... Mas conforme as páginas foram passando, fui desanimando e quando chegou o final eu estava tipo “sério?”.

Li várias resenhas desse livro, todas elogiando e dizendo como tinham amado a história. Quando eu vi Makenna e Caden presos naquele elevador, cada um com uma história de vida, duas pessoas tão diferentes e ter que ficar no breu total, preso por horas dentro de um elevador, eu logo pensei, putz, vai ser show. As resenhas que eu li disseram que apesar da história ser bem Hot, eles tinham uma conversa profunda dentro do elevador, o que faria você se apaixonar por ele.

Mas não, eu fiquei esperando a parte da conversa profunda e to esperando até agora. Eles ficam horas e horas dentro do elevador, fazem aquele jogo das 20 perguntas, dão algumas risadas, dão em cima um do outro, ele conta a parte triste da sua história de vida, ela também e ai eles DORMEM por um tempão. Claro, ele tem aquele jeito todo bad boy, cheio das tatuagens e piercings, que só de ter isso já deixam muita meninada por ai apaixonada por ele, mas se for pra dizer que esse personagem me deixou caidinha por ele? É total mentira.

Pode falar “ah mas é um livro curto e que se passa em um só dia...”, ok, nem um dia né, são algumas horas do dia, mas mesmo assim. Senti muita falta de uma evolução dos personagens, uma escrita mais rica. Não sei. Só sei que eu devo ter lido um livro diferente de todas as resenhas que eu vi, porque não me encantou em nada. Parece que a autora simplesmente jogou uma historinha no começo do livro pra depois encher de cenas hot e deixar por isso mesmo. E não, eu não tenho nada contra essas cenas, mesmo porque só pela capa você já sabe o que vai ter, mas convenhamos, preciso de uma história muito boa pra que isso dê certo. Não adianta nada só jogar isso no meio do livro e pronto.

Além de que os pensamentos da personagem me faziam pensar em que tipo de mulher é essa e da onde ela tira essas coisas? Desculpem pelo spoiler, mas se você está lendo, já foi avisado que teria muitos. Mas por exemplo, ela descobre que o irmão e a mãe dele morreu, beleza. O que normalmente você pensa? “Poxa, vou abraçar ele (nem isso, porque eu não abraço um estranho total no escuro de um elevador), mostrar que eu posso dar apoio e que se precisar eu vou estar ao seu lado”. Agora o que ela pensa “Nossa, coitado, ele perdeu a família em um acidente trágico... Então eu vou fazer muito sexo com ele, porque ele me deixou extremamente excitada com toda essa tristeza”. Tipo... QUE?


Não, nada deu certo nesse livro, pelo menos na minha opinião. E olha que é EXTREMAMENTE difícil eu odiar ou não gostar de um livro. Mas parabéns, esse livro me deixou até chateada hahahaha O primeiro livro desse blog que eu não recomendo pra ninguém. Ninguém mesmo.
Mari Zavisch
23 anos. Estudante de jornalismo, amante de livros e fotografia. Harlan Coben é meu amorzinho literário e me apaixono por qualquer personagem de livros ♥
1 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

1 comentários:

  1. Oieee
    kkkk "TIPO O QUE?" KKKK ri muito agora *0*
    Parece um livro bem bizarro, mas legalzin kkk
    Beijinhos Screepeer,
    screepeer.blogspot.com

    ResponderExcluir

 
© Galáxia dos desejos, VERSION: 02 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo