Objetos Cortantes - Gillian Flynn

quarta-feira, 29 de abril de 2015
                      Editora: Intrínseca              Ano: 2015              Páginas: 256

Sinopse: Uma narrativa tensa e cheia de reviravoltas. Um livro viciante, assombroso e inesquecível. Recém-saída de um hospital psiquiátrico, onde foi internada para tratar a tendência à automutilação que deixou seu corpo todo marcado, a repórter de um jornal sem prestígio em Chicago, Camille Preaker, tem um novo desafio pela frente. Frank Curry, o editor-chefe da publicação, pede que ela retorne à cidade onde nasceu para cobrir o caso de uma menina assassinada e outra misteriosamente desaparecida.
 Desde que deixou a pequena Wind Gap, no Missouri, oito anos antes, Camille quase não falou com a mãe neurótica, o padrasto e a meia-irmã, praticamente uma desconhecida. Mas, sem recursos para se hospedar na cidade, é obrigada a ficar na casa da família e lidar com todas as reminiscências de seu passado. Entrevistando velhos conhecidos e recém-chegados a fim de aprofundar as investigações e elaborar sua matéria, a jornalista relembra a infância e a adolescência conturbadas e aos poucos desvenda os segredos de sua família, quase tão macabros quanto as cicatrizes sob suas roupas.
 



Estava louca para ler esse livro, pensando que poderia ser mais uma obra genial igual a Garota Exemplar, e bom... Esqueçam qualquer outro livro da Gillian Flynn, senão você não vai conseguir aproveitar a história do jeito que deveria. Leia sem culpa, sem expectativas e sem pensar em Garota Exemplar toda vez que você olhar a capa.
O livro conta a história da jovem Camille Preaker, uma repórter, considerada medíocre de Chicago, que trabalha em jornal talvez mais medíocre que o seu trabalho e que é obrigada a voltar a sua terra natal para cobrir um possível caso de serial killer, em que no ano anterior uma garotinha desapareceu e logo depois foi encontrada morta em um dos riachos do local e agora outra garota esta desaparecida.  A jovem de trinta anos, que na maior parte do tempo parece mais nova, tem que enfrentar grandes monstros do seu passado: sua mãe, o fantasma de sua irmã morta por uma terrível doença e todas as lembranças que a fizeram se cortar durante sua vida.
Para conseguir sua reportagem, que promete tornar o jornal visto pelos moradores de Chicago, se encontra com antigos amigos e com recém-chegados na cidade, ao mesmo tempo em que a nova meia-irmã e a mãe neurótica parecem fazer tudo para deixa-la louca.

Uma história que só me prendeu do meio do livro pra frente, mas de boa narrativa, com um assunto mais profundo que Garota Exemplar, trata da violência e abuso de uma forma psicológica.  Você lê o livro inteiro à procura do serial killer e o final se mostra surpreendente. É um livro de ótima história, só fiquei chateada de ter ido esperando DEMAIS do livro, mas vale a pena tirar um ou dois dias para lê-lo :) 
Mari Zavisch
23 anos. Estudante de jornalismo, amante de livros e fotografia. Harlan Coben é meu amorzinho literário e me apaixono por qualquer personagem de livros ♥
0 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

0 comentários:

Postar um comentário

 
© Galáxia dos desejos, VERSION: 02 - BLUE FLOREST - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo